IBM.jpg

IBM adquire empresa de segurança de endpoint ReaQta

Gigante da tecnologia diz que a aquisição faz parte de um plano maior para expansão de sua plataforma QRadar, que agora incluirá um novo conjunto de ofertas de XDR
Da Redação
02/11/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A IBM anunciou nesta terça-feira, 2, que assinou acordo para adquirir a empresa de segurança de endpoint ReaQta, com objetivo de expandir sua presença no mercado de detecção e resposta estendida (XDR). Em comunicado, a gigante da tecnologia disse que a aquisição faz parte de um projeto maior para expansão de sua plataforma QRadar, que agora incluirá um novo conjunto de ofertas de XDR. 

O QRadar é uma plataforma SIEM, ou seja, que combina o gerenciamento de eventos de segurança e gerenciamento de informações de segurança, para análises inteligentes de segurança para obter insights sobre ameaças mais críticas.

A IBM disse que as ferramentas do ReaQta usam inteligência artificial (IA) para “identificar e gerenciar ameaças automaticamente”, enquanto estas se mantêm ocultas.

Mary O’Brien, gerente geral da IBM Security, disse que a complexidade dos sistemas de computação modernos “criou um manto” que permitiu que os cibercriminosos e os Estados-nações contornassem os sistemas de segurança. “O futuro da segurança está aberto, usando tecnologias que podem conectar os insights de segurança que estão enterrados em ferramentas distintas e IA avançada para identificar e responder automaticamente a ameaças mais rapidamente em toda a infraestrutura, do endpoint à nuvem”, disse ele.

Veja isso
Computação quântica e IA unem Raytheon e IBM
Servidores IBM System X legados não têm patch para bug

“Com nossos recursos expandidos por meio do QRadar XDR e a adição planejada do ReaQta, a IBM vai permitir que os clientes se antecipem aos invasores com a primeira solução XDR que reduz a dependência do fornecedor por meio do uso de padrões abertos”, completou O’Brien.

De acordo com a IBM, agora com a incorporação de XDR a plataforma QRadar vai fornecer “visibilidade abrangente” para toda a gama de ferramentas de segurança e fontes de dados. 

“As ferramentas do ReaQta ajudarão a oferecer aos clientes monitoramento contínuo e resposta rápida como parte de uma abordagem de zero trust. A plataforma é baseada em comportamento e ajuda a interromper ameaças conhecidas e desconhecidas em tempo real e pode ser implementada em um modelo híbrido, on premises ou na nuvem “, explicou a IBM na nota.

ReaQta tem sede na Holanda e filial em Cingapura. A IBM disse que espera que o negócio seja fechado ainda este ano. Os termos financeiros do acordo não foram revelados.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)