IA pode gerar riscos à estabilidade financeira, diz BC britânico

Banco da Inglaterra anunciou que fará uma avaliação no próximo ano sobre os riscos representados pela inteligência artificial e o aprendizado de máquina
Da Redação
07/12/2023

O Banco da Inglaterra  (BoE, na sigla em inglês) anunciou que fará uma avaliação no próximo ano sobre os riscos representados pela inteligência artificial (IA) e o aprendizado de máquina. O banco alertou que os rápidos desenvolvimentos da IA e da aprendizagem automática podem representar uma ameaça para a estabilidade financeira do Reino Unido, por isso deve fazer uma nova revisão do uso da tecnologia em todo o país. O BoE é a autoridade monetária do Reino Unido e tem o mesmo papel do Banco Central no Brasil, de zelar pela estabilidade do sistema financeiro e da moeda do país.

Em sua análise semestral de estabilidade financeira, o banco disse que estava recebendo conselhos sobre as implicações potenciais decorrentes da adoção de IA e do aprendizado de máquina no setor de serviços financeiros, que responde por cerca de 8% da economia britânica e tem conexões globais profundamente enraizadas.

O Comitê de Política Financeira do BoE, que identifica e monitora riscos, disse que o banco e outras autoridades buscarão garantir que o sistema financeiro do Reino Unido seja resiliente aos riscos que podem surgir do uso generalizado de IA e aprendizado de máquina, segundo a agência Associated Press. “Obviamente, temos que entrar em IA de olhos abertos”, disse o governador do banco, Andrew Bailey, em uma coletiva de imprensa. “É algo que acho que temos que abraçar, é muito importante e tem implicações potencialmente profundas para o crescimento econômico, a produtividade e como as economias são moldadas daqui para frente.”

Veja isso
2024 deve ter alta de ameaças financeiras impulsionadas por IA
EUA e Reino Unido criam guia de desenvolvimento seguro de IA

À medida que os potenciais benefícios, assim como as ameaças, trazidos pela nova tecnologia ganham maior dimensão no mercado, alguns observadores levantam preocupações sobre os perigos ainda desconhecidos da IA e defendem a criação de salvaguardas para proteger as pessoas de suas eventuais ameaças.Há uma corrida global para descobrir como regular a IA, como o ChatGPT da OpenAI e outros chatbots, que explodiram em popularidade.

Os líderes dos 27 países-membros da União Europeia (UE) se reuniram na quarta-feira, 6, para tentar chegar a um acordo sobre o rascunho para criação do primeiro regulamentos sobre IA do mundo.

Compartilhar:

Últimas Notícias