IA elevará busca por profissionais de confiança digital, diz ISACA

Especialistas da associação internacional de metodologias e certificações para o desempenho das atividades e auditoria e controle de sistemas de informação acreditam que a IA generativa criará novos empregos e oportunidades
Da Redação
27/10/2023

Um dos temas de maior preocupação nas discussões sobre inteligência artificial (IA) são os impactos que a tecnologia pode ter nas atividades profissionais. Alguns analistas apontam os riscos de substituição de muitos postos de trabalho, enquanto outros defendem que a IA terá efeito positivo na criação de novas ocupações.

Especialistas da ISACA (Information Systems Audit and Control Association), associação internacional que patrocina o desenvolvimento de metodologias e certificações para o desempenho das atividades e auditoria e controle de sistemas de informação, acreditam que a IA generativa criará novos empregos e oportunidades.

Uma área em que se espera que a tecnologia crie muitos novos empregos é na chamada confiança digital. Os profissionais de confiança digital são responsáveis por garantir que a IA seja usada de forma responsável e ética. Isso inclui o desenvolvimento e a implementação de políticas e procedimentos, a realização de avaliações de risco e o monitoramento de possíveis problemas.

A consultoria McKinsey define confiança digital como “a confiança de uma organização para proteger os dados do consumidor, empenhar uma segurança cibernética eficaz, oferecer produtos e serviços confiáveis baseados em IA, e fornecer transparência em torno da IA e do uso dos dados”.

A pesquisa de “IA Gerativa 2023” da ISACA com 2.300 profissionais globais de confiança digital descobriu que, embora o uso de IA generativa esteja aumentando, a maioria das organizações ainda não tem políticas suficientes ou gerenciamento de risco eficaz em vigor. “Acreditamos que o número de empregos aumentará porque a cada nova tecnologia emergente, especialmente IA, você vê a introdução de riscos e, com isso, vê uma necessidade emergente de profissionais de confiança digital para ajudar a sociedade e as indústrias a desfrutar dos benefícios da IA de maneira segura e protegida”, disse Chris Dimitriadis, chief strategy officer na ISACA, durante evento da associação em Dublin, na Irlanda.

Segundo ele, a IA automatizará muitos elementos manuais de trabalhos, mas esses empregos não serão eliminados. “Esse provavelmente será o caso de quem trabalha com segurança cibernética, privacidade, gestão de riscos e governança, por exemplo.”

No geral, 70% dos profissionais de confiança digital entrevistados acham que a IA terá algum impacto positivo em seus empregos, enquanto 23% acham que o número de empregos pode aumentar por causa da IA. Erik Prusch, CEO da ISACA, disse que as aplicações da tecnologia de IA serão um grande criador de empregos na próxima década. “A cada nova tecnologia que surge, há realmente uma mudança de trajetória nos profissionais de auditoria de TI e segurança cibernética que aumenta”, disse ele. “Estamos em mais um evento de trampolim e o elemento chave é que ele é amplo e está afetando todos os aspectos das empresas”, acrescentou.

A pesquisa revela ainda que apenas 10% das organizações têm uma política formal abrangente para IA e mais de uma em cada quatro disse que nenhuma política existe e não há plano para uma. Dimitriadis acredita que a IA contribuirá para o aumento geral da lacuna de habilidades de segurança cibernética. 

Outro levantamento recente da ISACA descobriu que 62% dos profissionais de segurança cibernética relatam que sua equipe de segurança cibernética está com falta de pessoal. E ter uma equipe, segundo o estudo, será essencial para a empresa implementar as próprias políticas e padrões de IA. Também será fundamental que os profissionais de tecnologia sejam treinados para usar a IA adequadamente. 

Veja isso
White paper da ISACA: como informar o conselho sobre riscos
ISACA lança novo certificado

Dos que acreditam que isso terá um impacto positivo em seus empregos, 81% disseram que precisarão de treinamento adicional para manter seu emprego ou avançar em sua carreira. Para 87% dos entrevistados, a IA é uma ferramenta que amplia a produtividade humana. No geral, a perspectiva é positiva, já que 85% acreditam que a IA terá um impacto positivo/neutro em suas carreiras.

“É interessante para mim que continuemos ouvindo sobre a IA ser impulsionadora da produtividade”, disse Prusch. “O que ainda não ouvimos é se a IA vai criar mais trabalho.” Ele disse que, embora acredite que a IA tem a capacidade de impulsionar a produtividade, a questão é quanto mais trabalho é criado em cima disso e se isso substituirá a quantidade de trabalho por pessoa.

Muitas organizações decidiram restringir o uso de IA por causa dos riscos associados à tecnologia. De acordo com os resultados da pesquisa da ISACA, apenas 28% das organizações dizem que suas empresas permitem expressamente o uso de IA. Apesar disso, 41% afirmam que os funcionários estão usando independentemente disso, outros 35% não têm certeza.

Para ter acesso a pesquisa completa da ISACA, em inglês, clique aqui.

Compartilhar:

Últimas Notícias