Hotéis Meliá atacadados por ransomware na Espanha

Partes da rede interna e alguns servidores web, incluindo o do sistema de reserva, foram desativados segundo a mídia espanhola
Da Redação
14/10/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Uma das maiores redes de hotéis do mundo, a Meliá Hotels International, foi forçada a suspender algumas de suas operações no dia 4 de outubro segunda-feira da semana passada devido a um ataque cibernético.

O incidente afetou principalmente as operações dos hotéis Meliá na Espanha e territórios espanhóis fora da Europa. Os invasores desativaram partes da rede interna de computadores e alguns servidores da web, incluindo o sistema de reserva de acomodações, além de sites públicos.

Veja isso
Rede hoteleira do Brasil sob pesada campanha de phishing
Rede de bots Emotet lidera lista de ameaças na internet em julho

Conforme relatado pela mídia espanhola, a rede de hotéis foi vítima de ransomware, mas nenhum grupo de ransomware assumiu até agora a responsabilidade pelo incidente. Além disso, nenhum de seus “sites de vazamento” tem Meliá listado, mas isso ainda não diz nada, já que muitos cyber ransomware não têm esses sites.

A diretoria do Meliá denunciou o incidente às autoridades policiais e financeiras espanholas. Para eliminar as consequências do ataque cibernético, ela recorreu à divisão cibernética da empresa de telecomunicações espanhola Telefonica.

De acordo com uma fonte do portal The Record, o Meliá restaurou seus sistemas a partir de backups e eles estavam funcionando novamente poucos dias após o ataque. O hotel neste momento está atendendo os hóspedes pela web normalmente.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest