Hackers ucranianos derrubam infraestrutura bancária da Rússia

O grupo, que se autodenomina Cyber Anarchy Squad, anunciou o ataque no Twitter no fim de semana
Da Redação
12/06/2023

Hackers pró-Ucrânia interromperam os serviços bancários russos depois de atacar uma importante operadora de telecomunicações. O grupo, que se autodenomina Cyber Anarchy Squad, anunciou o ataque no Twitter no fim de semana.

“Em 8 de junho, o Exército Cibernético Anarquista Ucraniano explodiu a InfoTel, que fornecia seus serviços de comunicação para centenas de outras empresas, um quarto das quais eram bancos russos”, disse. “Como resultado do ataque, seus clientes caíram em depressão severa. E o que vem a seguir? Vamos esperar…”

A prestadora de serviços JSC Infotel, que facilita o acesso ao sistema interbancário do Sistema Interativo Eletrônico Automatizado (ASEV) da Rússia, teve sua infraestrutura fortemente atacada. O pesquisador de segurança Kevin Beaumont relatou o hack no Mastodon, alegando que o grupo ucraniano havia “limpado remotamente” a infraestrutura da Infotel.

Uma atualização da empresa para parceiros e clientes, publicada por Beaumont, confirmou a notícia. “Informamos que como resultado de um ataque maciço de hackers à rede da JSC Infotel, parte do equipamento de rede foi danificado. O trabalho de restauração está em andamento. Os prazos para a conclusão dos trabalhos serão anunciados adicionalmente.”

Veja isso
Russos atacaram laboratórios de pesquisa nuclear dos EUA
Dados vazados sobre a guerra na Ucrânia podem ter sido alterados

Beaumont disse que, após dois dias e meio de interrupções, a empresa finalmente restaurou o roteamento BGP, embora as interrupções continuassem para os clientes devido ao mau funcionamento dos roteadores.

De acordo com relatórios ucranianos, o incidente significou que os bancos e cooperativas de crédito russos não conseguiram acessar o sistema bancário ou fazer pagamentos. A operação parece ter sido programada para coincidir com o tão esperado lançamento da contraofensiva ucraniana.Esta não é a primeira vez que o sistema bancário russo é alvo de hackers pró-Ucrânia.

Em dezembro do ano passado, o segundo maior banco do país revelou que foi atingido por um ataque DDoS descrito como o maior de todos os tempos. Os hackers pró-Rússia também estiveram ativos durante a guerra, atingindo não apenas alvos na Ucrânia, mas também países aliados. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar:

Últimas Notícias