Hacker “Sabu” comandou ataques ao Brasil

Paulo Brito
25/04/2014
Hacker "Sabu" comandou ataques ao Brasil
Como denunciou colegas, Monsegur vai ganhar uma boa redução de pena

O hacker “Sabu” (na verdade Hector Xavier Monsegur), fundador do grupo LulzSec, coordenou ataques a sites e servidores de governos de vários países, entre eles o Brasil, num período em que havia se tornado colaborador do FBI. Sabu foi preso em 7 de junho de 2011 e os ataques registrados em seu processo aconteceram durante o ano seguinte, 2012. Embora dados e informações tenham sido censurados, o jornal New York Times conseguiu acesso aos anexos do processo aberto pelo FBI. O jornal fez uma entrevista com Jeremy Hammond, o ex-membro do Anonymous, para confirmar que Sabu trabalhou organizando ciberataques a servidores em janeiro de 2012 contra o Brasil, Irã, Nigéria, Paquistão, Síria e Turquia, seis meses depois de ter sido preso, e justamente no período em que reconhecidamente esteve colaborando com o FBI. Mesmo assim, o jornal não obteve a confirmação de que Sabu organizou esses ataques por ordem da polícia federal americana.

Ao invés de atacar pessoalmente, Sabu municiou vários colegas com informações sobre vulnerabilidades, logins e senhas que lhes permitiram derrubar servidores. Diz um trecho do processo: “Explorando uma vulnerabilidade num popular software de hospedagem de sites, o informante guiou pelo menos um hacker para extrair grande quantidade de dados  – de registros bancários a informaçoes de login  – de servidores de governos de vários países, enviando-os a um servidor monitorado pelo FBI”.

 

Compartilhar:

Últimas Notícias