Grupo Lockbit anuncia o Federal Reserve como vítima

Paulo Brito
24/06/2024

O grupo que opera o ransomware LockBit anunciou ter cometido um ataque contra o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos. O grupo afirma ter roubado “33 terabytes de informações bancárias interessantes contendo segredos bancários dos americanos”, e afirma que irá vazar os dados se o sistema bancário se recusar a negociar um resgate. O Federal Reserve não comentou a suposta violação e não há provas até agora de que as alegações da LockBit sejam legítimas.

Veja isso
FBI tem 7 mil chaves do Lockbit para oferecer
Ransomware cresceu 71% no ano passado

No post publicado em seu site de vazamentos na dark web, o grupo publicou uma frase dando a entender que recebeu uma oferta de US$ 50 mil pelo resgate. A frase diz: “É melhor vocês contratarem outro negociador dentro de 48 horas e demitirem esse idiota que avalia a privacidade dos bancos americanos em $ 50.000”. O deadline anunciado para o pagamento é 25 de Junho (amanhã) às 20h27 (UTC).

Apesar do fraseado do post, ainda não foi publicado nenhum dado indicando que o Fed realmente tenha sido invadido e que informações dele tenham sido roubadas. Muitos especialistas como Dominic Alveri, por exemplo, são céticos sobre o anúncio do grupo: ele acha que não passa de um blefe, e que o anúncio do grupo é apenas para chamar a atenção.

No dia 5 de Junho, um funcionário do FBI disse que o órgão obteve mais de sete mil chaves de decodificação do ransomware LockBit, quando forças policiais internacionais conseguiram invadir os servidores dos criminosos, em 20 de Fevereiro deste ano.

Compartilhar: