Governo dos EUA cria birô de Ciberespaço e Política Digital

Da Redação
04/04/2022

O Departamento de Estado dos EUA anunciou hoje a criação e o início de funcionamento de uma nova área: o Bureau of Cyberspace and Digital Policy (CDP – Birô de Ciberespaço e Política Digital). Segundo comunicado do Departamento, é uma peça-chave da agenda de modernização do secretário Anthony Blinken: “O CDP abordará os desafios de segurança nacional, oportunidades econômicas e implicações para os valores dos EUA associados ao ciberespaço, tecnologias digitais e política digital”.

A missão declarada pelo novo departamenro é a seguinte: “O Bureau of Cyberspace and Digital Policy lidera e coordena o trabalho do Departamento em ciberespaço e diplomacia digital para incentivar o comportamento responsável do Estado no ciberespaço e promover políticas que protejam a integridade e a segurança da infraestrutura da Internet, atendam aos interesses dos EUA, promovam a competitividade e defendam valores democráticos. A Repartição aborda os desafios de segurança nacional, oportunidades econômicas e considerações de valores apresentados pelo ciberespaço, tecnologias digitais e políticas digitais e promove padrões e normas que sejam justos, transparentes e apoiem nossos valores”.

Veja isso
EUA podem ter diplomacia cibernética no Departamento de Estado
ONU discute diplomacia cibernética e sanções contra ataques

O escritório do CDP inclui três unidades de política: Segurança do Ciberespaço Internacional, Política Internacional de Informação e Comunicações e Liberdade Digital. O departamento será liderado por um embaixador a ser confirmado pelo Senado americano. Foi nomeada para o posto, por enquanto, a diplomata Jennifer Bachus, membro de carreira do Serviço de Relações Exteriores, que assume como vice-secretária adjunta principal do escritório do CDP. Outra diplomata, Michele Markoff, está atuando como Vice-Secretária Adjunta Interina para Segurança do Ciberespaço Internacional, enquanto Stephen Anderson está atuando como Subsecretário Adjunto Interino para Políticas Internacionais de Informação e Comunicações, e Blake Peterson está atuando como Coordenador Interino de Liberdade Digital.

Compartilhar: