malware-Google-Play-apps.jpg

Google Play Protect fica em último em ranking de proteção

Da Redação
10/03/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

IDs do Google Play protegem apenas um terço dos aplicativos maliciosos, de acordo com as últimas análises do AV-Test

malware-Google-Play-apps.jpg

A ferramenta antimalware Google Play Protect ocupa os últimos lugares na lista dos softwares de segurança quando comparada aos principais rivais, de acordo com as últimas análises do AV-Test. O organismo independente de testes descobriu que a ferramenta do Google, incorporada a dispositivos Android, conseguiu detectar apenas um terço dos malwares.

O AV-Test diz que os usuários deveriam instalar uma ferramenta alternativa de terceiros para garantir uma proteção robusta contra ameaças. O órgão executou 17 aplicativos de segurança para Android através de um teste em três etapas, cobrindo proteção, desempenho e usabilidade.

Na primeira etapa, o aplicativo é necessário para identificar 6. 700 softwares maliciosos. A segunda fase cobre a carga do processador e da bateria e a terceira, verifica se há alarmes falsos que as ferramentas de segurança possam gerar em aplicativos inócuos.

Sete fornecedores conseguiram a pontuação máxima de 18: Trend Micro, Avira, SK Telekom, NortonLifeLock, Kaspersky, G Data e Bitdefender. O Google Play Protect ficou em último lugar com apenas seis pontos, concedidos apenas por seu desempenho. Ele marcou zero em proteção e usabilidade.

O AV-Test tentou duas metodologias de proteção: avaliar se os fornecedores de segurança poderiam detectar 3.300 aplicativos maliciosos totalmente novos, descobertos apenas duas a 24 horas antes, e 3.300 peças de malware perigosas, mas conhecidas anteriormente.

Vários fornecedores pontuaram 100% em ambos: Antiy, Bitdefender, Cheetah Mobile, NortonLifeLock, Trend Micro e Kaspersky. No entanto, o Google Play Protect gerenciava apenas 37% e 33%. Para colocar isso em perspectiva, o próximo “pior” desempenho foi o AVG com quase 99%.

“Como as taxas de detecção do Google Play Protect são realmente muito baixas, o uso de um bom aplicativo de segurança é altamente recomendado”, observa o relatório. “A variedade de aplicativos testados oferece uma ampla seleção de aplicativos de segurança confiáveis ​​e compatíveis com a bateria. Aqueles com a pontuação máxima de 18 pontos são todos aplicativos pagos com taxas de licença anuais”, completa o relatório.

A ferramenta de segurança do Google foi introduzida no mercado há quase três anos.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest