Google e Amazon multados pela França: 135 milhões de euros

Os sites das duas empresas não pediam o consentimento para armazenamento de cookies nos computadores de usuários
Da Redação
11/12/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Comissão Nacional de Tecnologia da Informação e Direitos Humanos (Commission nationale de l’informatique et des libertés, CNIL) anunciou ontem uma multa para o Google no valor de 100 milhões de euros por violar as regras sobre o uso de cookies estabelecida pela GDPR. A Amazon também foi multada pelo mesmo motivo, mas num valor menor, de 35 milhões de euros.

O regulador descobriu que os sites das duas empresas na França não pediam o consentimento prévio dos usuários antes que os cookies fossem armazenados em seus computadores. O Google e a Amazon também não forneceram informações claras sobre como os dados coletados serão usados ​​e como os usuários podem desativar os cookies.

Veja isso
Regulador inglês multa Cathay Pacific em 500 mil Libras
Grupo Marriott multado em 18 milhões de libras no Reino Unido

De acordo com a comissão, a maior parte da multa (60 milhões de euros) do Google deve ser paga pela empresa americana Google LLC, e o restante (40 milhões de euros) – pela Google Ireland Limited, sediada na União Europeia. A multa da Amazon deve ser paga integralmente por sua subsidiária em Luxemburgo.

As empresas têm três meses para corrigir as violações das regras. Caso contrário, enfrentam uma multa adicional de 100 mil euros por dia até que compatibilizem as suas atividades com as regras.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)