Gasto para lidar com ciberataque é de US$ 1.197 por funcionário

Da Redação
24/11/2022

As empresas gastam uma média de US$ 1.197 por funcionário anualmente para lidar com ataques cibernéticos bem-sucedidos a serviços de e-mail, aplicativos ou serviços de nuvem e navegadores. Pesquisadores de segurança da Perception Point compartilharam as descobertas com a Infosecurity, publicadas em um novo white paper este mês.

De acordo com o documento, no valor gasto anualmente não estão incluídos ainda multas de conformidade, custos de mitigação de ransomware e perdas de processos não operacionais, os quais podem causar mais despesas.

Uma pesquisa realizada em conjunto com a Osterman Research em junho considera as respostas de 250 tomadores de decisão de segurança e TI em várias empresas e revela descobertas adicionais sobre o cenário atual de ameaças corporativas.

“Essas descobertas demonstram a necessidade urgente de as organizações encontrarem as soluções de segurança cibernética mais precisas e eficientes que fornecem a proteção necessária com processos simplificados e serviços gerenciados”, comentou o CEO da Perception Point, Yoram Salinger.

Entre as descobertas está que incidentes maliciosos contra novos aplicativos e serviços baseados em nuvem ocorrem em 60% da frequência com que ocorrem em serviços baseados em e-mail.

Além disso, alguns ataques, como os que envolvem malware instalado em um endpoint, ocorrem em aplicativos de colaboração em nuvem em uma taxa muito maior (87%) quando comparados a serviços baseados em e-mail.

O relatório do Perception Point também mostra que um incidente cibernético bem-sucedido baseado em e-mail leva em média 86 horas para a equipe de segurança resolver.

À luz desses números, a empresa de segurança acrescentou que um profissional de segurança sem suporte adicional pode lidar com apenas 23 incidentes de e-mail por ano, representando um custo direto de US$ 6.452 por incidente.

Veja isso
Violação de dados gerou custos de até US$ 20 mi às empresas
Custo de violação de dados bate novo recorde e atinge US$ 4,35 mi

Por outro lado, os incidentes detectados em aplicativos ou serviços de colaboração em nuvem levam, em média, 71 horas para serem resolvidos. Nesses casos, um profissional pode lidar com apenas 28 incidentes por ano a um custo médio de US$ 5.305 por incidente.

“O rápido crescimento de ameaças não baseadas em e-mail ressalta de forma crucial a necessidade de as equipes de segurança acompanharem as tendências emergentes, especialmente porque o ambiente de trabalho moderno está em constante mudança e o número de ferramentas de colaboração baseadas em nuvem que as organizações confiar só tende a se expandir”, acrescentou Salinger.

Compartilhar: