banner senha segura
senhasegura

Garmin tem serviços e fábrica paralisados por ransomware

A empresa já anunciou a paralisação de sua produção de dispositivos durante pelo menos dois dias em Taiwan
Paulo Brito
24/07/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A fabricante e prestadora de serviços de geolocalização Garmin anunciou a paralisação de sua produção de dispositivos durante pelo menos dois dias em Taiwan, por causa de um incidente que se supõe ter sido um ataque do ransomware WastedLocker. As primeiras manifestações públicas do problema apareceram no Twitter, onde muitos usuários se queixaram de falhas na conexão de seus dispositivos com os servidores da empresa e também na comunicação entre eles e seus smartphones.

A Garmin é uma multinacional que fabrica dispositivos que operam com geolocalização destinados a atividades esportivas e também automotivas, de aviação e marítimas. No Twitter, a Garmin publicou um post explicando que estava enfrentando problemas, enquanto mais de dez horas depois os usuários continuavam reclamando, sem estarem informados e sem solução. Em setembro do ano passado, a empresa já havia sido vítima de uma violação de dados, alertou os clientes na África do Sul que compraram no portal shop.garmin.co.za que suas informações pessoais e dados de pagamento estavam expostos.

Por meio de um memorando interno na fábrica de Taiwan, publicado pelo site iThome, a Garmin informou que a linha de produção foi suspensa por dois dias. No site oficial, a empresa comunicou o problema em duas linhas de texto, dizendo em inglês: “No momento, estamos enfrentando uma interrupção que afeta o Garmin.com e o Garmin Connect. Essa interrupção também afeta nossos call centers e, atualmente, não podemos receber chamadas, e-mails ou bate-papos on-line. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível e pedimos desculpas por esse inconveniente”.

Veja isso
Falha em rastreador GPS expõe crianças e idosos
Aplicativos de encontros vazam dados para anunciantes

Alguns usuários de dispositivos Garmin informaram que o aplicativo do relógio esportivo não consegue obter dados atualizados de forma síncrona, e alguns dados históricos de informações fisiológicas armazenadas simplesmente desapareceram. Esses usuários estão preocupados com o risco de vazamento de informações confidenciais relevantes.

O incidente, segundo o site de Taiwan, impede neste momento que a Garmin forneça mapas e serviços de atualização de software em várias outras regiões; outros aplicativos e sistemas relacionados à Garmin (incluindo Garmin Connect, Garmin Express, Launcher … etc.) estiveram suspensos; além disso, o serviço de loja online do site oficial Garmin e algumas páginas podem não ser exibidas normalmente.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório