banner senha segura
senhasegura

Fornecedor vaza dados de 3,3 milhões de clientes da VW

A maioria dos dados vazados pertencia a proprietários de carros Audi. A Volkswagen comunicou as autoridades e as vítimas
Da Redação
13/06/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Um prestador de serviços de marketing da Volkswagen, Audi e de outras marcas comercializadas nos EUA e no Canadá sofreu um grande vazamento de dados, comunicado na última sexta-feira pela Volkswagen à promotoria do Estado da Califórnia. O incidente ocorreu em março e permitiu o vazamento de dados referentes a 3,3 milhões de clientes e pessoas interessadas na compra de veículos, segundo a empresa. No comunicado, encaminhado aos clientes, a Volkswagen diz:

“Em 10 de março de 2021, fomos alertados de que um terceiro não autorizado pode ter obtido certas informações de clientes. Imediatamente iniciamos uma investigação para determinar a natureza e o escopo deste evento. A investigação confirmou que o terceiro obteve informações pessoais limitadas recebidas de ou sobre clientes e compradores interessados, incluindo você, de um fornecedor usado pela Audi, Volkswagen e alguns revendedores autorizados nos Estados Unidos e Canadá. Isso incluiu informações coletadas para fins de vendas e marketing de 2014 a 2019. Acreditamos que os dados foram obtidos quando o fornecedor deixou os dados eletrônicos sem segurança em algum momento entre agosto de 2019 e maio de 2021, quando identificamos a fonte do incidente.

Veja isso
Indenizações da Virgin Media podem ir a 4 bilhões de Libras
Nissan: código fonte do sistema de diagnóstico pode ter vazado

Segundo a empresa, “os dados incluíam algumas ou todas as seguintes informações de contato sobre você: nome e sobrenome, pessoal ou comercial, endereço para correspondência, endereço de e-mail ou número de telefone. Em alguns casos, os dados também incluíram informações sobre um veículo comprado, alugado ou consultado, como o número de identificação do veículo (VIN), marca, modelo, ano, cor e pacotes de acabamento pacotes. Os dados também incluíram informações mais confidenciais relacionadas à elegibilidade para uma compra, empréstimo ou arrendamento. Mais de 95% dos dados confidenciais foram os números da carteira de motorista. Houve também um número muito pequeno de datas de nascimento, números de seguro social, números de conta e números de identificação fiscal”.

Uma porta-voz da VW informou que o acesso a dados mais confidenciais diz respeito a cerca de 90.000 clientes na América do Norte, e acrescentou que a empresa está tentando alcançar todos os indivíduos afetados.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório