ForgePoint Capital anuncia fundo de US$ 450M para cyber

Da Redação
20/02/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Há cerca de 30 anos a firma é um grande investidor de risco para empresas de segurança cibernética em estágio inicial – especiamente startups. 100% dos seus investimentos são em segurança

A ForgePoint Capital, investidora de risco focada na cibersegurança, fechou seu segundo fundo (Fundo II) com US $ 450 milhões em compromissos de capital, informou a empresa na quarta-feira.

Anteriormente conhecida como Trident Capital Cybersecurity, a ForgePoint, que tem sede em San Mateo, Califórnia, possui mais de 40 investimentos em segurança cibernética em seu portfólio e US $ 750 milhões sob sua administração.

De acordo com a nota emitida pela ForgePoint, o Fundo II é o maior fundo dedicado exclusivamente à segurança cibernética e se concentrará em áreas como inteligência cibernética, privacidade, serviços de segurança e proteção de infraestrutura. Como investidora em estágio inicial, a empresa normalmente investe entre US $ 5 milhões e US $ 30 milhões por empresa.

“Embora algumas empresas de risco incluam segurança cibernética como um tema de investimento, nossa equipe tem um foco singular no mercado, impulsionando conhecimento de domínio sem paralelo e insights sobre tendências emergentes do setor”, disse Don Dixon, co-fundador e gerente Diretor.

“Acreditamos que a prosperidade global e a segurança nacional dependem de um compromisso de proteger o mundo digital”, disse o co-fundador e diretor Alberto Yépez. “Na ForgePoint, reunimos uma das equipes mais experientes de especialistas em segurança cibernética. Trazemos profundo conhecimento operacional de mais de 80 anos de experiência combinada no setor para ajudar empreendedores a criar empresas duradouras. ”

A empresa de investimento construiu um conselho consultivo composto por 60 especialistas que inclui empreendedores, CEOs de empresas privadas e públicas de segurança cibernética, CISOs de grandes empresas e ex-líderes de segurança do governo. Os investimentos recentes incluem a empresa SOC como serviço Cysiv, a empresa de análise de risco cibernético CyberCube, o provedor de soluções de gerenciamento de acesso privilegiado (PAM) Remediant, Secure Code Warrior e a empresa de detecção de ameaças Huntress Labs.

Das agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest