Fascínio e temor cercam a chegada do 5G para empresas

Da Redação
03/03/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Conclusão é de estudo da Accenture com cerca de 2.600 executivos em 12 setores de mercado na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico

As empresas acreditam que o 5G será a maior revolução já feita no desenvolvimento das redes de dados, mas ainda têm preocupações com a segurança dessa tecnologia, dizem os resultados de um estudo global da Accenture publicado hoje. O estudo foi feito com pouco mais de 2.600 executivos de negócios e de tecnologia em 12 setores de mercado na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico. Nada menos do que quatro em cada cinco entrevistados (79%) acreditam que o 5G terá um impacto significativo em suas organizações, e 57% que acreditam que será uma tecnologia revolucionária.

O otimismo, no entanto, não elimina as preocupações com a segurança do 5G, que cresceram em comparação com os dados do ano passado: mais de um terço (35%) dos participantes da pesquisa expressaram preocupações em relação à segurança do 5G, em comparação com 32% na pesquisa do ano passado. Além disso, mais de seis em cada 10 entrevistados (62%) na pesquisa deste ano expressaram temores de que o 5G os torne mais vulneráveis ​​a ataques cibernéticos. As empresas acreditam que a maior parte do risco começará no nível do usuário, seja por meio dos dispositivos ou de pessoas.

“A ligação entre o 5G e a percepção de riscos à segurança é complexa”, disse George Nazi, diretor sênior e líder do setor de comunicações e mídia da Accenture. “De acordo com nosso estudo, os executivos acreditam que o 5G pode ajudar a proteger seus negócios, mas que a arquitetura de rede do 5G também apresenta desafios inerentes em termos de privacidade do usuário, número de dispositivos e redes conectados e acesso a serviços e integridade da cadeia de suprimentos”. Os dados da pesquisa indicam que as empresas irão abordar esses desafios, com três quartos (74%) dos entrevistados dizendo que esperam redefinir políticas e procedimentos relacionados à segurança, à medida que o 5G apareça.

A pesquisa foi feita pela Loudhouse Research em nome da Accenture, com 2.623 entrevistas em dezembro de 2019, em 12 setores da indústria nos Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Alemanha, França, Itália, Japão, Cingapura, Emirados Árabes Unidos e Austrália. O objetivo era traçar uma imagem do entendimento da empresa sobre o 5G, como a tecnologia foi adotada até o momento e qual o potencial impacto percebido. As entrevistas incluíram perguntas repetidas da pesquisa publicada em 2019.

Custos e perspectivas do 5G

O custo de acomodar as mudanças que o 5G trará também é uma preocupação para os gestores de empresas. Em particular, o custo da operacionalização do 5G é um tópico importante, e quatro em cada cinco entrevistados (80%) acreditam que o custo do gerenciamento de sua infraestrutura e aplicativos de TI aumentará. Enquanto isso, quase um terço (31%) ainda acha que o custo inicial da implementação do 5G será muito alto.

Além disso, o estudo descobriu que as empresas estão começando a perceber que precisam de suporte externo para aproveitar todo o potencial da 5G. Por exemplo, quase três quartos (72%) dos entrevistados disseram que precisam de ajuda para imaginar as possibilidades futuras de soluções conectadas com 5G, e a porcentagem de empresas que esperam desenvolver aplicativos 5G internamente caiu no último ano, de 23 % na pesquisa do ano passado para 14% este ano.

Os resultados da pesquisa indicam que, apesar dos desafios do 5G, o futuro parece promissor para as empresas que adotam esta tecnologia, com as empresas reconhecendo globalmente seu enorme potencial. Os benefícios são numerosos e a conscientização deles está crescendo. Por exemplo, 85% dos entrevistados disseram que esperam que o 5G dê suporte ao trabalho de funcionários remotos nos próximos quatro anos, acima dos 68% que disseram o mesmo na pesquisa do ano passado.

“Com a estratégia de negócios correta e a colaboração do ecossistema, os sinais apontam para um mundo de casos de uso 5G e resultados de negócios atraentes”, disse Nazi. “Os provedores de serviços de comunicação devem agir agora para garantir que eles estejam no coração do ecossistema 5G para desbloquear o potencial crescimento”.


Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest