Famoso nas décadas 1980 e 1990, Kevin Mitnick morre aos 59 anos

Da Redação
20/07/2023

Kevin Mitnick (foto), que ganhou notoriedade como um dos primeiros hackers do mundo nas décadas de 1980 e 1990, faleceu no domingo passado, 16, de acordo com um comunicado à imprensa de sua família e colegas. Ele lutava contra um câncer no pâncreas há mais de um ano.

Atualmente, ele atuava como diretor de hackers e coproprietário da KnowBe4, empresa de treinamento em conscientização de segurança com sede em Clearwater, Flórida. Ele também fundou sua própria empresa, a Mitnick Security Consulting. “Kevin era um amigo querido para mim e para muitos de nós aqui na KnowBe4”, disse Stu Sjouwerman, fundador da empresa e amigo próximo de Mitnick, no comunicado. 

A carreira de hacker de Mitnick começou em 1979, aos 16 anos, quando ele frequentava uma escola secundária em Los Angeles e foi desafiado por outros hackers. Ele invadiu o The Ark, o sistema de computação operado pela Digital Equipment Corporation (DEC) para o desenvolvimento de seu sistema operacional RSTS/E. Usando táticas de engenharia social, Mitnick ligou para a empresa alegando ser um membro de sua equipe de desenvolvimento e convenceu um administrador de sistema a permitir o acesso a ele.

Mitnick foi preso e condenado por roubo em 1988 depois de baixar componentes do código-fonte do sistema operacional e condenado a um ano de prisão e mais três anos de liberdade supervisionada. Enquanto ainda estava em liberdade supervisionada, Mitnick invadiu os servidores do correio de voz da Pacific Bell e fugiu das autoridades depois que um mandado foi emitido para sua prisão por violação da liberdade condicional.

Veja isso
Hacker forjou tokens para acessar e-mails de agências dos EUA
Hacker mexicano instala malware para Android em bancos globais

Depois de mais de dois anos como fugitivo e uma busca de alto perfil do FBI, Mitnick foi preso em Raleigh, Carolina do Norte em 1995 e se declarou culpado de várias acusações de ataque, dano e roubo de informações de empresas e operadoras de comunicação na Califórnia, Colorado, e Carolina do Norte.

Mitnick cumpriu cinco anos de prisão. Após sua libertação em 2000, ele se tornou consultor de segurança, palestrante e comentarista muito procurado para falar sobre hacking.Ele deixa a esposa Kimberley, que espera o primeiro filho do casal ainda este ano. Um memorial acontecerá em Las Vegas em 1º de agosto, onde Mitnick será enterrado perto de sua mãe e avó em um cemitério judeu local.

Compartilhar: