ExpressVPN não é confiável, insinua Edward Snowden

Empresa defendeu reputação de seu ex-CTO, acusado de espionagem para os Emiradoso Árabes Unidos
Da Redação
21/09/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O ex-funcionário da NSA Edward Snowden publicou no twitter um alerta colocando a ExpressVPN sob suspeita: “Se você é um cliente ExpressVPN, não deveria ser”, diz seu tweet. Snowden também compartilhou um tweet de Joseph Menn, repórter investigativo de segurança cibernética, dizendo que Daniel Gericke, um dos três ex-agentes de inteligência dos EUA acusados de hackear pessoas nos Emirados Árabes Unidos, foi CTO da ExpressVPN.

A ExpressVPN não respondeu às afirmações de Snowden, mas disse em um comunicado que conhecia “os principais fatos” relacionados ao histórico de empregos de seu CTO, Daniel Gericke: “Na verdade, foi sua história e experiência que o tornaram uma contratação inestimável para nossa missão de proteger a privacidade e a segurança dos usuários”, disse a empresa.

Veja isso
Tribunal dá razão a Snowden e considera ilegal programa da NSA
Kape adquire ExpressVPN por US$ 936 milhões

No início desta semana, o Departamento de Justiça dos EUA publicou registros judiciais que Gericke e dois outros ex-agentes trabalharam no Projeto Raven, uma operação de vigilância, para o governo dos Emirados Árabes Unidos que envolvia invasão da privacidade de pessoas relevantes e chefes de estado.

ExpressVPN é um dos maiores provedores mundiais de serviços VPN.

A empresa israelense de cibersegurança Kape, que já conta com uma série de subsidiárias especializadas em variados aspectos da segurança, está fazendo a aquisição da ExpressVPN por um valor de quase US$ 1 bilhão: serão US$ 936 milhões no equivalente em libras. Fundada em 2009, a ExpressVPN é uma das maiores provedoras mundiais de serviços VPN, contando com um número não revelado de usuários ativos em mais de 180 países. O software da empresa opera em Windows, Mac, iOS, Android, Linux.

A Kape Technologies anunciou que o pagamento aos proprietários da Express VPN será feito com US$ 237 milhões em ações destinadas aos fundadores da empresa, Peter Burchhardt e Dan Pomerantz, contra uma participação de 14% na empresa que agora se forma. O restante será pago em dinheiro nos próximos dois anos.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest