Exercício de guerra cibernética: civis ganham de goleada

Paulo Brito
06/08/2014

Exercício de guerra cibernética: civis ganham de goleadaO Cyber Guard 14-1 é um exercício de duas semanas, planejado pelo Cybercom, Comando Cibernético americano, para testar a coordenação operacional das agências do governo, universidades, sociedade e empresas em caso de incidente no ciberespaço. O deste ano terminou dia 17 de julho, foi feito em Fort Meade, Maryland, e incluiu um jogo de guerra cibernética, disputado entre um time de civis e um de militares. O jogo terminou com a vitória esmagadora dos civis, segundo informação prestada por um funcionário do governo que participou do exercício.

A informação é de que a equipe dos militares foi “praticamente destruída”, e que eles “nem sequer sabiam como tinham sido atacados”. O Cyber Command (CYBERCOM) começou a operar em 2010 e atualmente está treinando cerca de 6.000 homens e mulheres para proteger as redes do Departamento de Defesa contra invasões, bem como para a execução de operações ofensivas para desativação de sistemas inimigos.

A equipe civil foi composta de especialistas em segurança de TI que enfrentam ameaças do mundo real. A vitória do time parece indicar que a experiência com cenários reais é muito mais valiosa: “Os rapazes e moças que trabalham com segurança no dia-a-dia  têm experiência no mundo real, o que está muito além das habilidades dos militares”, disse o comentarista militar Matthew Aid. Arnold Punaro, presidente do Conselho de Política das Forças de Reserva disse que “desafia o senso comum pensar que a indústria, em particular as nossas indústrias de alta tecnologia, não estão se movendo na velocidade da luz em comparação com a forma como o governo funciona”, e o resultado do jogo de guerra cibernética confirmou isso.

Compartilhar:

Últimas Notícias