EUA publicam estratégia de segurança para a operação de redes 5G

CISA publicou ontem a sua estratégia, para garantir a segurança e resiliência da tecnologia 5G nas redes do país
Da Redação
25/08/2020

A Agência de Cibersegurança e Infraestrutura dos Estados Unidos (CISA) publicou ontem finalmente a sua estratégia para “garantir a segurança e resiliência da tecnologia 5G” nas redes de telecomunicações do país. “A promessa do 5G é inegável, mas com a tecnologia 5G posicionada para sustentar uma ampla gama de funções de infraestrutura crítica, é vital gerenciarmos esses riscos de forma adequada e promovermos um ecossistema confiável de componentes 5G”, disse o diretor da CISA Chris Krebs no comunicado. “A CISA está empenhada em trabalhar com parceiros para construir uma infraestrutura 5G resiliente e esta estratégia identifica um roteiro de como reuniremos as partes interessadas para conseguir isso”.

A CISA afirma que pretende trabalhar a comunidade de infraestrutura crítica para publicar perfis de risco 5G específicos do setor nos próximos meses. A agência identificou cinco iniciativas estratégicas que se alinham com as linhas de esforço definidas na “Estratégia Nacional para a Segurança do 5G”, lançada em março deste ano.

Veja isso
5G Americas alerta para desafios de segurança que 5G trará
Fascínio e temor cercam a chegada do 5G para empresas

Essas iniciativas estratégicas são as seguintes:

  1. Apoiar o desenvolvimento de políticas e padrões 5G, enfatizando a segurança e a resiliência.
  2. Ampliar a consciência situacional dos riscos da cadeia de suprimentos 5G e promover medidas de segurança.
  3. Fazer parcerias com as partes interessadas para fortalecer e proteger a infraestrutura existente, para suportar futuras implantações 5G.
  4. Incentivar a inovação no mercado 5G para promover fornecedores 5G confiáveis.
  5. Analisar os casos de uso 5G em potencial e compartilhar informações sobre gerenciamento de risco.

A estratégia identifica ainda três competências essenciais que orientam a CISA para garantir que haja políticas, legalidade, segurança e estruturas de proteção em vigor para “aproveitar totalmente a tecnologia 5G, ao mesmo tempo gerenciando seus riscos significativos”. Essas três competências são: gestão de risco, envolvimento das partes interessadas e assistência técnica.

O objetivo da estratégia é promover o desenvolvimento e implantação de uma infraestrutura 5G segura e resiliente, segundo a CISA, que afirma ainda que a infraestrutura 5G desejada deve “promover a segurança nacional, integridade de dados, inovação tecnológica e oportunidade econômica para os Estados Unidos e seus parceiros aliados”.

Compartilhar:

Últimas Notícias