mobile-666896_640.jpg

EUA: escolas compram equipamentos para examinar celulares

Reportagem do Gizmodo mostra que distritos escolares dos EUA vêm adquirindo essas ferramentas de vigilância há vários anos
Da Redação
15/12/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Ferramentas usadas pelas organizações policiais em todo o mundo para periciar telefones estão sendo compradas por escolas públicas dos Estados Unidos para ler os dados em dispositivos móveis de alunos e professores. O portal Gizmodo publicou uma reportagem informando ter descoberto em documentos públicos que distritos escolares vêm adquirindo essas ferramentas de vigilância há vários anos.

Segundo exemplos dados na reportagem, em março de 2020 um distrito hispânico ao norte de San Antonio (Texas) pagou à empresa israelense Cellebrite US$ 6.695 em “Suprimentos em Geral”. Em maio, o distrito de Cypress-Fairbanks, perto de Houston, Texas, pagou à Oxygen Forensics, outra empresa que faz equipamentos de perícia para dispositivos móveis, US$ 2.899: “Não muito longe dali, o distrito de Conroe assinou um cheque para a Susteen Inc., fabricante do sistema Secure View, por US$ 995 em setembro de 2016” publicou o Gizmodo.

Veja isso
Cellebrite lança plataforma UFED Touch2
Celulares do país sujeitos a simjacker

Na maioria dos estados americanos, os professores têm o direito de visualizar o conteúdo do telefone dos alunos se suspeitarem que estão envolvidos em atividades ilegais. Não se sabe se os pais dos alunos conhecem a tecnologia à disposição da administração escolar revelou a reportagem.

Um dos casos de utilização do complexo de hardware e software Cellebrite UFED foi registrado em maio de 2016: uma escola em Shelbyville, Texas, apreendeu um iPhone de um aluno e recuperou as mensagens excluídas usando o Cellebrite UFED. aEssas mensagens foram usadas como prova de um relacionamento amoroso ilegal entre um aluno e uma professora, que foi posteriormente presa.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório