EUA aprovam neutralidade de rede

Paulo Brito
01/03/2015

fccA Comissão Federal de Comunicações (FCC) norte-americana aprovou, na quinta-feira (26), o pacote de regras que fazem a Internet nos Estados Unidos um recurso de “utilidade pública”.

Isto significa que os provedores deixarão de ter a possibilidade de bloquear certo tipo de conteúdos. Fazer o acesso rápido à Internet mais caro também fica proibido.

Os novos regulamentos preveem também que a rede mundial de computadores seja acessível para todas as pessoas, inclusive as que têm necessidades especiais. O acesso deve ser possível a partir de qualquer lugar.

O projeto, proposto pelo presidente dos EUA, Barack Obama, em novembro, tem sido bastante criticado. Os adversários temiam a transferência do controle sobre a Internet dos provedores ao Estado, o que não seria um bom sinal.

Há também quem afirme que os interesses do setor informático serão prejudicados após a implementação dos regulamentos.

No dia da votação, também houve críticas. O The New York Times cita o republicano Ajit Pai, membro da FCC, que afirmava que “a Internet não está quebrada e não há nada que emendar nela”.

O projeto foi aprovado por 3 votos a favor e 2 contra.

Compartilhar:

Últimas Notícias