Equifax pagará US$ 380 milhões em ação coletiva

Da Redação
15/01/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Decisão foi num tribunal da Geórgia, segunda-feira. O acordo cobre os prejuízos de aproximadamente 147 milhões de pessoas cujas informações foram comprometidas quando hackers vasculharam o sistema da Equifax, de maio de 2017 a julho de 2017

A Equifax concordou, sob os termos de um acordo aprovado por um juiz federal, em pagar US $ 380,5 milhões para resolver alegações relacionadas à violação de dados de 2017, na qual hackers roubaram informações pertencentes a cerca de 147 milhões de americanos.

A decisão foi num tribunal da Geórgia, segunda-feira. O acordo cobre os prejuízos de aproximadamente 147 milhões de pessoas cujas informações foram comprometidas quando hackers vasculharam o sistema da Equifax, de maio de 2017 a julho de 2017. A Equifax falhou em corrigir uma vulnerabilidade conhecida, resultando no roubo de informações sobre muitos americanos que nunca se inscreveram no serviço de monitoramento de crédito. Um comitê de supervisão da Câmara em outubro de 2018 disse que o incidente era “totalmente evitável”.

Sob os termos do acordo, a Equifax depositará os US $ 380,5 milhões em um fundo onde os membros da ação coletiva podem sacar até US $ 20.000, se puderem provar prejuízos. A Equifax também pode ser obrigada a adicionar US $ 125 milhões para reivindicações adicionais e gastar pelo menos US$ 1 bilhão na melhoria de seus recursos de proteção de dados.

O prazo para solicitar uma parte do valor acordo é 22 de janeiro. Para se candidatar, os impactados devem seguir uma série de instruções no EquifaxBreachSettlement.com, onde também é possível determinar a elegibilidade individual. A resposta do público ao acordo foi “esmagadora”, afirmou a Comissão Federal de Comércio dos EUA.

Os membros da ação coletiva também receberão até 10 anos de monitoramento de crédito ou compensação financeira se já tiverem monitoramento de crédito.

A decisão do juiz na segunda-feira representa a aprovação final de um acordo proposto inicialmente em julho, no qual os dois lados classificaram os custos mínimos da Equifax em aproximadamente US $ 1,38 bilhão. A empresa também pode precisar gastar US $ 2 bilhões adicionais, dependendo do número de reivindicações de monitoramento de crédito.

Os advogados do caso devem receber US $ 77,5 milhões, mais US $ 2.500 para cada representante da ação coletiva, chegando a US $ 250.000.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest