ddos sobiu 180% em 2019

Empresa consegue mitigar ataque DDoS de 2 Tbps

Da Redação
17/11/2021

A provedora de serviços de segurança de web Cloudflare afirma ter mitigado um ataque distribuído de negação de serviço (DDoS) que atingiu o pico de quase 2 terabytes por segundo (Tbps). Segundo a empresa, o ataque multivetor foi feito por uma botnet de aproximadamente 15 mil máquinas infectadas com uma variante do Mirai. Os bots incluíam dispositivos de internet das coisas (IoT) e instâncias do GitLab, gerenciador de repositório de software baseado em git, disse a Cloudflare em seu relatório.

As instâncias do GitLab capturadas na botnet são afetadas pelo CVE-2021-22205, uma vulnerabilidade crítica (pontuação CVSS de 10) corrigida há mais de três meses, mas que continua expondo dezenas de milhares de sistemas. O ataque DDoS de 2 Tbps durou apenas um minuto. O ataque combinou amplificação de DNS e inundações de UDP, disse a empresa.

Veja isso
Empresa diz ter obstruído um dos maiores ataques HTTP Flood
Cloudflare libera ferramentas gratuitas para e-mail

A Cloudflare disse que observou um aumento geral no número de ataques DDoS com força de terabit no último trimestre, e que os incidentes na camada de rede aumentaram 44% em relação ao trimestre anterior.

As tendências parecem continuar no quarto trimestre, com vários ataques de terabits fortes já atingindo a infraestrutura da Cloudflare.

Em agosto, a empresa de proteção da web disse ter observado um botnet variante do Mirai lançando vários ataques de 1 Tbps, alguns chegando a 1,2 Tbps.No mês passado, a Microsoft disse ter mitigado em agosto um ataque massivo de 2,4 Tbps originado de 70 mil fontes em todo o mundo. No ano passado, a Amazon e o Google disseram que mitigaram ataques DDoS de 2,3 Tbps e 2,5 Tbps, respectivamente.

Compartilhar: