Dois meses após violação, Prudential notifica 36 mil pessoas

Da Redação
04/04/2024

A Prudential Financial iniciou na última sexta-feira, 29 de março, o processo de informar mais de 36 mil pessoas sobre uma violação de dados ocorrida no início de fevereiro. A violação, divulgada por meio doarquivamento do formulário 8-K na Comissão de Valores Mobiliários (SEC), teria ocorrido no dia 4 de fevereiro e sido identificada no dia seguinte,  depois que os invasores obtiveram acesso a alguns dos sistemas da seguradadora um dia antes.

Na época, a Prudential divulgou que os invasores obtiveram acesso a sistemas contendo dados administrativos e de usuários da empresa, bem como contas de funcionários e prestadores de serviços.

Uma semana depois, o grupo de ransomware ALPHV/BlackCat assumiu a autoria do ataque e listou a Prudential em seu site de vazamento na rede Tor. O grupo também esteve por trás de uma interrupção significativa no sistema de saúde dos EUA no mês passado, depois de atacar os sistemas e serviços da Change Healthcare.

De acordo com um documento enviado ao Gabinete do Procurador-Geral do Maine, publicado em 29 de março, a Prudential confirmou agora que os hackers comprometeram as informações pessoais de 36.545 pessoas. “Por meio da investigação, descobrimos que terceiros não autorizados obtiveram acesso à nossa rede em 4 de fevereiro de 2024 e removeram uma pequena porcentagem de informações pessoais de nossos sistemas”, diz o documento.

Veja isso
Seguradora Prudential tem dados roubados em ataque cibernético
ALPHV/BlackCat assume autoria de ataque à Prudential Financial

As pessoas afetadas pela violação estão sendo comunicadas do incidente por meio de notificações por escrito. Entre os dados comprometidos estão nomes ou outros documentos de identificação pessoal em combinação com números de carteira de motorista ou de carteira de identidade.

A Prudential, que compõe a lista Fortune 500, é líder no segmento de seguros de vida individual no Brasil, administra cerca de US$ 1,4 trilhão em ativos e fornece seguros, planejamento de aposentadoria, serviços de gestão de patrimônio e investimentos para mais de 50 milhões de clientes nos Estados Unidos, Ásia, Europa e América Latina. Como a segunda maior seguradora de vida dos EUA, emprega 40 mil pessoas em todo o mundo e reportou receitas de mais de US$ 50 bilhões em 2023. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar: