Divisão de energia da Tata atingida em ataque cibernético

Infraestrutura de TI da empresa de energia indiana Tata Power foi submetida a um ataque cibernético
Da Redação
16/10/2022

A Tata Power, uma das maiores empresas de geração, transmissão e distribuição de energia da Índia, confirmou na sexta-feira dia 14 de Outubro que sofreu um ataque cibernético. A informação foi prestada à Bolsa Nacional de Valores da Índia (NSE) num relatório apresentado pela empresa ao órgão. Segundo o documento, intrusos desconhecidos prejudicaram o funcionamento de alguns sistemas de TI.

Veja isso
Índia dá seis horas para empresas relatarem incidentes
Empresas globais veem parceiros como ‘vetores’ de ransomware

Alguns especialistas vincularam o incidente aos ataques cibernéticos de abril ocorridos nas redes elétricas indianas e apontados pela empresa Recorded Future. Naquela época, hackers supostamente financiados pela China estariam por trás de uma série de ataques a pelo menos sete centros de controle da rede elétrica indianos.

Especialistas atribuíram o incidente a um novo grupo chamado TAG-38. De acordo com o Recorded Future, o objetivo desse ataque era coletar informações sobre objetos de infraestrutura crítica. Em seguida, a China negou todas as acusações, sugerindo que os EUA poderiam estar por trás dos ataques.

A Tata Power informou à Bolsa que tomou medidas para restabelecer os sistemas afetados, isolou-os e instalou medidas adicionais de proteção nos portais utilizados pelos clientes. No entanto, a empresa não forneceu detalhes técnicos sobre o ataque.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Parabéns, você já está cadastrado para receber diariamente a Newsletter do CISO Advisor

Por favor, verifique a sua caixa de e-mail: haverá uma mensagem do nosso sistema dando as instruções para a validação de seu cadastro. Siga as instruções contidas na mensagem e boa leitura. Se você não receber a mensagem entre em contato conosco pelo “Fale Conosco” no final da homepage.

ATENÇÃO: INCLUA newsletter@cisoadvisor.com.br NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)