azure microsoft data center

Demanda na Azure sobe até 775% com Brasil, Europa e Ásia

Da Redação
31/03/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O aumento veio das regiões onde há distanciamento social e fez a Microsoft impor restrições aos clientes para garantir o desempenho da plataforma

azure microsoft data center

Brasil, Europa Ocidental e Sudeste Asiático já fizeram a demanda por alguns serviços de nuvem na Azure, a divisão de nuvem da Microsoft, subir até 775% (caso da Itália). Mas a empresa tem expectativa de que a elevação seja ainda maior por causa da quarentena adotada pelos Estados Unidos. No entanto, esse aumento dramático de demanda está fazendo com que a Azure imponha limitações aos clientes para manter o desempenho da plataforma. 

O blog da empresa informa que houve “um aumento muito significativo no uso por equipes e agora temos mais de 44 milhões de usuários diários. Esses usuários geraram mais de 900 milhões de minutos de reuniões e ligações entre as equipes diariamente, em uma única semana”. Outros dados relevantes foram os seguintes:

  • O uso da área de trabalho virtual do Windows aumentou mais de 3x
  • O uso público do Power BI para compartilhar painéis do COVID-19 com os cidadãos aumentou 42% em uma semana

“Estamos implementando algumas restrições temporárias projetadas para equilibrar a melhor experiência possível para todos os nossos clientes”, escreveu Jared Spataro, vice-presidente corporativo do Microsoft 365 em um blog. “Estabelecemos limites nas ofertas gratuitas, para priorizar a capacidade dos nossos clientes. Também temos limites para determinados recursos em novas assinaturas. Esses são limites de cota ‘flexíveis’ e os clientes podem fazer solicitações de suporte para aumentar esses limites. Se as solicitações não puderem ser atendidas imediatamente, recomendamos que os clientes usem regiões alternativas (das nossas 54 regiões ativas) que podem ter menos aumento de demanda. Para gerenciar picos de demanda, agilizaremos a criação de novas capacidades na região apropriada. ”

Veja isto:
Unisys leva solução de segurança para Azure
Azure passou 2019 com duas vulnerabilidades graves

Limitar o desempenho é uma maneira de irritar os clientes, mas considerando as circunstâncias, a Microsoft terá poucas opções. A empresa disse que priorizará as atividades de alguns clientes, tais como:

  • Serviços de emergência
  • Aplicativos de roteamento e relatório de emergência
  • Sistemas de gerenciamento e entrega de suprimentos médicos
  • Aplicativos de alerta de emergência
  • Health-bots, aplicativos de triagem de saúde e sites
  • Aplicativos de gerenciamento de saúde e sistemas de registro

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest