Dark Web vende caro acesso ilegal a finanças

Paulo Brito
06/10/2018
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
dark web
Valos médio dos valores de itens financeiros

Uma empresa de consultoria financeira da Inglaterra chamada Money Guru descobriu que por 750 Libras (cerca de R$ 3.700) se pode comprar na Dark Web todos os dados que dão acesso à vida financeira de muitas pessoas. Os dados à venda podem incluir desde informações bancárias completas até logins de mídias sociais.

Para chegar a esse número, a Money Guru pesquisou em três grandes e-Commerces da Dark Web e calculou o custo médio desses dados. Os sites escolhidos foram ‘Dream Market’, ‘Wall St Market’ e ‘Berlusconi Market’. Veja alguns preços convertidos de Libras para Reais, para os “kits” de dados das pessoas:

  • Finanças (cartões de crédito, cartões de débito, marketing on-line, PayPal) = R$ 3120
  • Compras on-line (Amazon Prime, Groupon, eBay, Tesco Bank) = R$ 150
  • Viagem (Airbnb, British Airways, Uber, Expedia) = R$ 132
  • Entretenimento (ID da Apple, Netflix, Spotify, Tidal, Steam) = R$ 140
  • Mídias sociais (Facebook, Reddit, Instagram, Pinterest, Twitter) = R$ 90
  • E-mail e Comunicação (AOL, Gmail, Hotmail, T-Mobile) = R$ 110

O chefe digital do Money Guru, James MacDonald, comentou sobre a pesquisa: “Nossa pesquisa sobre dados pessoais e quanto vale realmente no mercado negro é chocante para dizer o mínimo”. Esses detalhes podem ser usados por alguém para descobrir mais sobre o proprietário dos dados para obter informações mais lucrativas. Contas como as de milhagem podem ser usadas para resgatar milhas aéreas e bônus de viagem para uma conta controlada pelo criminoso.

De todos os itens à venda, o mais caro é um Apple ID, que contém uma série de informações valiosas para fraudadores. Entre outras coisas ele permite acesso a entretenimento gratuito no iTunes, bem como dicas de senha para outras contas associadas ao Apple ID.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest