Dados de 92 milhões de brasileiros à venda

Da Redação
04/10/2019
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Há uma pessoa leiloando na Dark Web, por um preço inicial de 15 mil dólares, um banco de dados contendo as informações de 92 milhões de brasileiros. A revelação foi feita no Twitter por um pesquisador que se identifica como Breach Radar e forneceu detalhes do leilão ao portal Bleeping Computer.

O vendedor dos dados, identificado como X4Crow, informa que nesse banco os registros contêm nome, data de nascimento, filiação, CPF, RG, números de carteira de motorista, título de eleitor e até a placa do carro, caso a pessoa tenha, endereços atual e anteriores. O leilão está sendo feito em vários mercados eletrônicos da Dark Web, onde se tem acesso apenas por meio de um convite ou com o pagamento de uma taxa.

Uma das postagens informa que o banco de dados tem 16GB e está em formato SQL. O preço inicial do leilão é de US $ 15.000, com incrementos de US $ 1.000 declara o vendedor. Num dos posts ele afirma que pode fazer pesquisas nesse banco. O portal Bleeping computer recebeu uma pequena amostra do banco e confirmou que as informações sobre os indivíduos são precisas e também incluem o nome da mãe e o sexo. O portal utilizou também o serviço de busca de CPF no site da Receita Federal do Brasil para confirmar a veracidade dos dados.

As origens do banco não foram reveladas no anúncio do vendedor, mas a principal suspeita neste momento é que trate de um banco de dados do governo, por causa do tipo de dado disponível. O X4Crow disse que há 92 milhões de registros únicos, praticamente todos os cidadãos brasileiros.

O Bleeping Computer informou que aparentemente o vendedor não recebeu nenhuma oferta. Mas que está tentando ganhar dinheiro vendendo informações detalhadas sobre brasileiros a US$ 150 cada consulta.

*Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest