CSA lança certificado de competência em zero trust

Da Redação
21/11/2023

A Cloud Security Alliance (CSA), uma organização dedicada a definir padrões, certificações e melhores práticas para ajudar a garantir um ambiente de computação em nuvem seguro, anunciou o lançamento do primeiro treinamento e acreditação zero trust do setor: o certificado de competência em zero trust (CCZT). 

Reconhecendo que as organizações têm diferentes níveis de maturidade em segurança e devido à dificuldade de encontrarem pessoal qualificado para o desenvolvimento e implementação de uma estratégia zero trust, a CSA criou o CCZT. O objetivo, além de ajudar os profissionais de segurança a obter conhecimento, é impulsionar implementação do modelo de gerenciamento zero trust.

“De sistemas de controle industrial a computação em nuvem e IA generativa, o mundo da tecnologia superou os modelos de segurança legados. O princípio de “nunca confiar, sempre verificar” do modelo zero trust é claramente o caminho a seguir, e prevemos que praticamente todas as organizações apliquem essa estratégia em diversos ambientes tecnológicos, a fim de proteger ativos estratégicos e evitar violações”, disse Jim Reavis, CEO e cofundador da Cloud Security Alliance.

Segundo ele, a CSA é a primeira [associação] no mercado  oferecer treinamento e certificação em zero trust que aproveita as melhores práticas articuladas pelos principais especialistas do setor, órgãos de padronização e governos. O programa educacional certificado de competência em zero trust é abrangente, necessário e aplicável a todas as organizações e profissionais de segurança cibernética, afirmou Reavis.

A CSA diz que a CCZT fornece uma compreensão profunda da arquitetura zero trust, seus componentes e seu funcionamento e inclui as melhores práticas fundamentais lançadas pelas principais fontes confiáveis, como Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura (CISA) e o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST) dos EUA, trabalho inovador em torno do perímetro definido por software (SDP) pela CSA Research e orientação de especialistas renomados em zero trust, como John Kindervag, criador do  modelo zero trust e um dos maiores especialistas em segurança cibernética do mundo.

Veja isso
Maioria das empresas no mundo já implementou a confiança zero
Zero trust não impedirá nem a metade dos ataques, diz Gartner

“Sou extremamente grato à CSA por assumir a bandeira zero trust com a entrega do CCZT, o primeiro treinamento e certificado autêntico e não específico de fornecedor do mundo que fornece o conhecimento necessário para entender os conceitos centrais do zero trust. O grande volume de voluntários apaixonados que a CSA conseguiu reunir para colaborar no desenvolvimento de ferramentas e melhores práticas é incrivelmente empolgante”, disse Kindervag, evangelista-chefe da Illumio, e conselheiro de segurança dos escritórios do CEO e presidente da Cloud Security Alliance.

Com o zero trust estabelecido como o futuro da segurança da informação, o Gartner estima que 60% das organizações devem adotar o modelo até 2025. Segundo a consultoria, uma abordagem baseada em zero trust inevitavelmente se tornará um requisito para as organizações e uma habilidade necessária para uma variedade de profissionais de segurança, incluindo engenheiros e arquitetos de segurança, C-suites e tomadores de decisão encarregados de construir uma governança de confiança zero e postura de risco,  e gestores de compliance.

Os preços introdutórios para o CCZT estarão disponíveis até 31 de dezembro. Para saber mais sobre o CCZT e seus treinamentos clique aqui.

Compartilhar: