cog-wheels-2125169_640-e1571784972981.jpg

Crescem ataques de ransomware ao setor industrial

Da Redação
27/10/2022

O ransomware continua sendo um dos riscos financeiros e operacionais mais ameaçadores para as organizações industriais em todo o mundo durante o terceiro trimestre de 2022. No último trimestre, segundo relatório da Dragos, houve conforme previsto um aumento nas atividades dos grupos de ransomware e o aparecimento de grupos de ransomware novos ou modificados.

Vários novos grupos de ransomware direcionados a entidades industriais surgiram durante o terceiro trimestre, como SPARTA BLOG, BIANLIAN, Donuts, ONYX e YANLUOWANG. Não está claro se são realmente novas gangues ou se são operações anteriores que foram renomeadas – por exemplo, acredita-se que as pessoas por trás da Conti tenham lançado novas operações depois que a marca se tornou tóxica e foi fechada .

Existem também vários grupos conhecidos que atacaram entidades industriais no terceiro trimestre, mas não no segundo, incluindo o Lockbit 3.0, que foi responsável pela maior porcentagem de ataques, Cl0p Leaks, Medusalocker e Revil.

Veja isso
Máquina CNC é fragilidade em segurança na indústria 4.0
Cibersegurança industrial vai movimentar US$ 43 bi até 2029

Dragos está ciente de 128 ataques de ransomware industrial no terceiro trimestre, um terço dos quais direcionados a entidades na América do Norte, seguidos de perto pela Europa. No caso da América do Norte, o percentual saltou de 26% no segundo trimestre para 36% no terceiro trimestre.

“O aumento das atividades de ransomware na América do Norte pode estar ligado às atuais situações políticas e econômicas globais”, disse Dragos.

O setor manufatureiro é o mais visado, segundo dados da Dragos, com 88 ataques. Os alvos incluem organizações especializadas em produtos metálicos, soluções industriais, embalagens, plásticos, eletrônicos, automotivos, cosméticos, materiais de construção e móveis.

Compartilhar: