Costa Rica: governo atingido pela segunda vez por ransomware

O ataque da manhã de hoje atingiu a Caja Costarriense de Seguro Social (CCSS), paralisando o atendimento médico público em todo o país
Paulo Brito
31/05/2022

Um ataque cibernético, desta vez do grupo que opera o ransomware Hive, atingiu pela segunda vez os sistemas do governo da Costa Rica, que segue em estado de emergência decretado pelo novo presidente Rodrigo Chaves ao assumir o cargo dia 9 de Maio de 2022. O primeiro ataque, do ransomware Conti, ocorreu em 18 de Abril. O ataque da manhã de hoje atingiu a Caja Costarriense de Seguro Social (CCSS), responsável não só pela seguridade social e aposentadorias como pelo atendimento médico público em todo o país. Segundo o jornal La Nación, centenas de pacientes deixaram de ser atendidos por falta de informações nos hospitais. Um deles, Marvin Fonseca, deixou de fazer uma cirurgia cerebral marcada para hoje e teve de ser levado de volta para casa, informou o jornal.

Veja isso
Ataque cibernético faz Costa Rica declarar emergência
Dados fiscais da Costa Rica roubados por ransomware

O diretor de Tecnologia da Informação e Comunicações, Roberto Topping, identificou o ransomware como sendo o Hive, mas sem indicar o grupo ou o país de origem do ataque. Segundo ele, os primeiros sinais de contaminação foram vistos às 2h00 (05h00 de Brasília) em computadores do Hospital San Vicente de Paúl, em Heredia. Depois foi atingido o Hospital Enrique Baltodano, em Libéria, e a seguir o ransomware se espalhou para hospitais da area metropolitana da capital, San José.

A diretoria da Caja Costarriense de Seguro Social (CCSS) deu uma entrevista coletiva reconhecendo o incidente, acrescentando desconhecer quanto tempo será necessário para que os sistemas sejam restaurados. Os dirigentes avaliam que hajam sido atingidos pelo menos 30 dos 1500 servidores da instituição, segundo o presidente do órgão, Álvaro Ramos. Segundo ele, a instituição reagiu ao ataque desligando sistemas críticos, entre os quais o sistema central de dados de saúde EDUS (Single Digital Health File).

Compartilhar:

Últimas Notícias