Conselhos do Brasil têm forte confiança nos CISOs

Pesquisa da Proofpoint revela que board members brasileiros confiam mais na cibersegurança de suas empresas do que seus pares globais
Da Redação
22/11/2022

No Brasil 92% dos executivos de diretorias e conselhos pensam que seus colaboradores sabem como proteger as empresas contra ataques virtuais. No resto do mundo, a média é de 76%. Apesar do índice de confiança elevado, apenas 57% disseram fazer reuniões regulares com os Chief Information Security Officers (CISOs), o índice mais baixo entre doze países pesquisados no estudo “Cybersecurity: The 2022 Board Perspective Report”, que ouviu 600 executivos em 12 países sobre os desafios e riscos deste assunto nas organizações.

Veja isso
Papel do CISO vem ganhando força em conselhos
Como CISOs podem gerar ganhos às empresas e avançar na carreira

“Os membros de conselhos brasileiros aparentam ser mais positivos quando o assunto é segurança digital”, explica Rogério Morais, vice-presidente da Proofpoint para América Latina e Caribe. “Mas esse otimismo pode ser equivocado. Por um lado, eles estão mais confiantes que os seus pares globais de que entendem o cenário de ameaças, priorizam a segurança e investem adequadamente para manterem suas empresas seguras. No entanto, mais da metade admite que suas companhias correm o risco de sofrer um ataque no próximo ano”, complementa.

De acordo com a pesquisa, no Brasil quase 90% dos membros do conselho afirmaram que a segurança digital é discutida mensalmente nas empresas. Mais de 80% acreditam que seus conselhos entendem os riscos sistêmicos que as organizações sofrem e 92% asseguram que fizeram os investimentos necessários para proteger suas empresas. No entanto, apenas 72% deles veem o erro humano como sua maior vulnerabilidade cibernética, apesar do Fórum Econômico Mundial afirmar categoricamente que esse risco leva a 95% de todos os incidentes de segurança cibernética nas organizações. 

O estudo está em “https://www.proofpoint.com/sites/default/files/white-papers/pfpt-us-wp-board-perspective-report.pdf”

Compartilhar:

Últimas Notícias