Conflitos geopolíticos trazem impacto ao cibercrime

Da Redação
26/07/2022

No último semestre houve um aumento de 11% na quantidade de malware detectada globalmente, um aumento de 77% na localização de malware IoT e um aumento de 132% nas ameaças criptográficas (como o cryptojacking), além de uma mudança geograficamente impulsionada no volume de ransomware, à medida que conflitos geopolíticos influem na atividade cibercriminosa. Essas informações foram trazidas pela atualização semestral do Relatório de Ameaças Cibernéticas da SonicWall 2022. Outros registros são:

  • 2,8 bilhões de ataques de malware (+11%) registrados no primeiro semestre de 2022 — primeira escalada do volume global de malware em mais de três anos
  • Enquanto o volume de ransomware encolheu 23% em todo o mundo, a Europa viu um aumento de 63%
  • Mesmo em declínio, o volume de ransomware acumulado no ano excedeu os totais do ano inteiro de 2017, 2018 e 2019
  • O setor financeiro viu os ataques cibernéticos aumentarem drasticamente: malware em 100%, um aumento de 243% no ransomware e um aumento de 269% nas tentativas de criptojacking
  • Aumento de 45% em variantes de malware ‘nunca antes vistas’, um aumento de 21 vezes desde que a SonicWall começou o rastrio em 2018
  • Ameaças criptografadas, malware de IoT aumentaram 132% e 77% ano a ano, respectivamente

Veja isso
Rússia também enfrenta reveses na ciberguerra contra a Ucrânia
Thales e Atos anunciam joint venture em ciberdefesa

Semelhante à mudança nos números de ransomware, o volume de malware foi nivelado ou caiu em pontos quentes típicos como os Estados Unidos (-1%), Reino Unido (-9%) e Alemanha (-13%), enquanto aumenta coletivamente na Europa (29%) e Ásia (32%).

“O cenário internacional de ameaças agora está vendo uma migração ativa que está mudando profundamente os desafios não apenas na Europa , mas também nos Estados Unidos “, disse o especialista da SonicWall em ameaças emergentes Immanuel Chavoya . “Os cibercriminosos estão trabalhando mais do que nunca para estar à frente do setor de segurança cibernética e, ao contrário de muitos dos negócios que visam, os agentes de ameaças geralmente não têm falta de habilidades, motivação, experiência e financiamento em suas organizações”. 

O relatório está em “https://www.sonicwall.com/2022-cyber-threat-report/”

Compartilhar: