Compra da Forescout pela Advent por US$ 1,9 bi vira processo

Três dias antes do fechamento do negócio, que seria segunda-feira dia 18 de Maio, a Advent anunciou que estava desistindo da compra
Paulo Brito
20/05/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Forescout anunciou esta manhã que registrou uma queixa na Justiça do Estado de Delaware, afirmando que a Advent violou os termos do contrato de fusão com a Forescout, um negócio no valor de US$1,9 bilhão que estava em andamento. O negócio havia sido aprovado pelos acionaistas da Forescout em 23 de Abril; no dia 11 de Maio ela publicou o balanço trimestral, com uma receita 24% menor do que o trimestre anterior, e no dia 15 a Advent comunicou a desistência do negócio, que seria fechado dia 18.

A Forescout pede à Justiça que obrigue a Advent a “honrar seus compromissos e a concluir imediatamente a aquisição pendente”. A Advent havia concordado em adquirir todas as ações ordinárias da Forescout por US $ 33,00 cada, em dinheiro, um ágio de quase 20% sobre o preço das ações de fechamento da Forescout em 5 de fevereiro de 2020. 

As ações do Forescout caíram quase 25%, para US $ 22,50 por ação após a notícia, levando a empresa a um valor de mercado de aproximadamente US $ 1,1 bilhão.

No mesmo dia em que foi anunciada a saída da Advent das negociações, foi noticiado que a Fortinet está processando a Forescout por supostamente violar três patentes detidas que vieram da aquisição da Bradford Networks, adquirida pela Fortinet em 2018. 

“Este é um momento incerto para todos, pois empresas e comunidades de todo o mundo navegam nos desafios criados pela pandemia do COVID-19”, disse Michael DeCesare, CEO e Presidente da Forescout no comunicado ao mercado. “Continuamos acreditando que a Advent é o parceiro certo para a Forescout e continuamos comprometidos com a conclusão da transação no curto prazo. Agradecemos a nossos funcionários por seus extraordinários esforços e comprometimento com a Forescout, e continuamos focados em continuar nosso curso de avançar em nosso roteiro de inovação e na transformação estratégica de negócios e nuvem”.

A Forescout e Advent já receberam todas as aprovações necessárias de seus acionistas para concluir a transação. Em 2016, a Forescout levantou US$76 milhões em financiamento, passando a ter um valor de US$1 bilhão. Ela se tornou pública após a oferta pública inicial (IPO) em outubro de 2017. Em novembro de 2018, a Forescout adquiriu a SecurityMatters por aproximadamente US $ 113 milhões em dinheiro, para expandir suas ofertas de segurança cibernética industrial. Em 2019, a Forescout teve uma receita de US$336,8 milhões, um aumento de 13% em relação a 2018, de acordo com os resultados financeiros divulgados em 6 de fevereiro de 2020.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest