icons-5160067_1280-1.jpg

Cloudflare libera ferramentas gratuitas para e-mail

A empesa comemora seu 11º aniversário esta semana e na segunda-feira apresentou várias ferramentas gratuitas de segurança de e-mail
Da Redação
28/09/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Cloudflare está entrando no mercado de segurança de e-mail com algumas ferramentas gratuitas que seus clientes podem usar para criar endereços de e-mail personalizados, gerenciar o roteamento de e-mail e prevenir phishing e spoofing de e-mail.

O spoofing e o phishing de e-mail são resolvidos por uma nova ferramenta que a empresa começou a lançar, o Email Security DNS Wizard, que permite aos usuários criar registros DNS para evitar que pessoas não autorizadas enviem e-mails em seu nome. O Assistente de DNS de segurança de email também avisa os usuários se o domínio deles tiver uma configuração DNS insegura.

O recurso está sendo implementado para usuários gratuitos e estará disponível para clientes Pro, Enterprise e Business nas próximas semanas.

Veja isso
Aquecimento do mercado impulsiona fusões e aquisições no setor
DDoS: mais fracos, porém mais numerosos, no terceiro trimestre

A Cloudflare também anunciou o roteamento de e-mail, que afirma ser uma maneira fácil de criar e gerenciar endereços de e-mail. A empresa diz que o recurso está atualmente em beta privado e os usuários interessados ​​podem se inscrever agora para acesso antecipado.

“O Cloudflare Email Routing dará aos clientes mais controle sobre seus e-mails e os capacitará a ter endereçamento profissional enquanto contam com qualquer provedor de hospedagem de e-mail, seja Exchange hospedado, Office 365 gerenciado, Gmail, Google Workplace ou um endereço antigo do Aol.com”, disse a empresa. “Isso é particularmente poderoso para pequenas empresas que desejam ter um domínio personalizado em seus endereços de e-mail, mas nos bastidores ainda gerenciam tudo a partir de uma conta de consumidor do Gmail.”

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest