Cisco reabre capacitação gratuita em cibersegurança

Podem se inscrever estudantes do último ano do ensino médio, graduados ou cursando ensino superior ou cursos técnicos com interesse em trabalhar em segurança cibernética
Da Redação
06/10/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Cisco reabriu as inscrições para a terceira edição do seu programa gratuito CiberEducação Cisco Brasil, que tem como objetivo desenvolver a nova geração de jovens profissionais em segurança cibernética. Alunos interessados de todo o Brasil já podem se inscrever pelo site do programa, em
https://www.cisco.com/c/m/pt_br/brasil-digital-e-inclusivo/cibereducacao.html.
Podem se inscrever estudantes cursando o último ano do Ensino Médio, graduados ou cursando ensino superior ou cursos técnicos, que possuem interesse em trabalhar no segmento de segurança cibernética.

Veja isso
Fortinet oferece capacitação gratuita em ciber para empresas
Capacitação online gratuita em Segurança da Informação

O CiberEducação é dividido em três fases. A primeira é a Maratona de CiberEducação, que contempla o curso “Fundamentos de Cibersegurança”, realizado de forma online e autodidata, com duração de três semanas. Esta etapa servirá como pré-requisito para selecionar os melhores alunos para a segunda fase, que incluirá 1.500 bolsas para cursos profissionalizantes – oferecidas pela Cisco e seus parceiros do Cisco Networking Academy, iniciativa de educação e empregabilidade da companhia.

Dentre os cursos profissionalizantes, a Cisco disponibiliza o CCNA1, capacitação focada em redes, e também o CyberOps Associate, que prepara o aluno para a carreira de analista de segurança cibernética. Os alunos também recebem formações complementares em conjunto com parceiros educacionais, além de vouchers de desconto para as provas e certificações para os melhores alunos do programa, como um estímulo a conquistarem essa certificação da indústria. 

“O programa CiberEducação tem como objetivo criar um ecossistema consistente para o desenvolvimento de talentos em segurança da informação para atender a crescente demanda de profissionais nesta área. Queremos continuar transformando a vida de muitos brasileiros, abrindo portas para o mercado de trabalho em cibersegurança” comenta Gabriel Bello Barros, líder do programa Cisco Networking Academy no Brasil. 

Na última fase do programa, os melhores talentos colocam em prática os conhecimentos adquiridos e têm acesso a oportunidades de estágio ou emprego oferecidos pelas  organizações parceiras e clientes da Cisco. “Essa é uma oportunidade que a Cisco dá aos alunos que mais se destacaram ao longo das fases do Cibereducação, contribuindo para uma cadeia sustentável de emprego” finaliza Barros. 

O Programa CiberEducação foi criado no ano passado, como parte da iniciativa de aceleração digital no país, Cisco Brasil Digital Inclusivo, e o Cisco Networking Academy. O Programa já formou mais de 1.700 profissionais em cibersegurança no Brasil entre 2020 e 2021.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest