Primeiro exercício de um incidente em I.A.

Da Redação
17/06/2024

Especialistas em inteligência artificial de agências governamentais dos EUA e parceiros do setor de tecnologia participaram do primeiro exercício destinado a executar respostas eficazes e coordenadas a incidentes de segurança cibernética de inteligência artificial. O exercício ocorreu na última sexta-feira, e foi liderado pela Agência de Segurança Cibernética e de Infraestrutura e pela Joint Cyber ​​Defense Collaborative. O exercício durou quatro horas e ocorreu nas instalações da Microsoft em Reston, Virgínia.

Veja isso
PCs de I.A. exigem soluções de proteção contra abusos
Musk ameaça Apple após anúncio de I.A. no iOS 18

Segundo boletim da CISA, os participantes trabalharam em colaboração operacional e com protocolos de partilha de informações para resposta a incidentes para resolver um incidente simulado de segurança cibernética relativo a um sistema habilitado para IA.

“Este exercício marca mais um passo no nosso compromisso coletivo de reduzir os riscos representados pela IA”, disse a diretora da CISA, Jen Easterly. “Também destaca a importância de desenvolver e fornecer produtos de IA projetados tendo a segurança como principal prioridade.”

Ela acrescentou que a CISA, como coordenadora nacional para a segurança e resiliência de infraestruturas críticas, colaborará com os parceiros para dimensionar este esforço e ajudar a proteger os sistemas de IA das organizações.

O exercício também apoia o desenvolvimento pela JCDC.AI de um Manual de Colaboração de Incidentes de Segurança de IA, que está planejado para permitir esforços de coordenação de resposta a incidentes entre o governo, a indústria e parceiros globais.

Compartilhar: