Cinco dicas para a criação de senhas fortes e seguras

É fundamental usar uma combinação de diferentes caracteres, gerar uma senha longa para cada conta, alterá-la regularmente e adotar autenticação de dois fatores
Da Redação
04/05/2022

Muitas pessoas continuam desconhecem os riscos cada vez maiores de criar senhas fracas ou óbvias. De acordo com a NordPass, uma empresa de gerenciamento de senhas, em seu ranking de 2021, as senhas mais usadas pelos brasileiros foram “123456” em primeiro lugar (1.003.925: número de vezes em que a senha foi usada), seguida pela “123456789” (326.815 vezes) e, em terceiro lugar, a “Brasil” (154.075 vezes).

Veja isso
5 problemas que senhas fracas acarretam à segurança de TI
24% dos brasileiros compartilham senhas

A Check Point Software definiu as cinco principais regras que devem ser aplicadas para a criação de senhas seguras e fortes:

1. Usar uma combinação de caracteres: ter uma senha composta por frases simples ou por datas significativas para a vida pessoal do usuário é uma prática muito comum. No entanto, esse hábito enfraquece seriamente uma senha, pois informações como aniversários podem ser facilmente descobertas por cibercriminosos. Para evitar isso, a orientação é usar sempre uma sequência aleatória composta por uma combinação de diferentes números, letras e símbolos para cada plataforma.

2. Uma senha diferente para tudo: com tantos aplicativos e serviços agora exigindo detalhes de login, é tentador repetir a mesma senha para todos eles, mas isso é uma má ideia. Assim como não temos a mesma chave para abrir nossa casa, escritório ou carro, não devemos usar a mesma senha, pois isso só torna mais fácil para os hackers “abrirem” toda a nossa vida digital. Se o usuário achar que é difícil lembrar de todas elas, é possível contar com a ajuda de um gerenciador de senhas para administrar e gerar diferentes códigos de acesso fortes.

3. Quanto mais longa, mais forte: é verdade que quanto mais longa for uma combinação, mais difícil será lembrar da senha. Mas, essa é uma das melhores maneiras de manter as informações seguras; portanto, a dica é usar pelo menos oito dígitos para aumentar os níveis de segurança.

4. Fazer alterações regulares: alterar a senha regularmente pode parecer um desafio quase impossível. No entanto, isso pode ser facilitado usando o mesmo padrão básico e adicionando diferentes combinações a partir daí. Desta forma, será mais fácil de lembrar e de mudar a senha regularmente.

5. A autenticação de dois fatores é sua melhor amiga: embora todas as medidas acima certamente melhorem a eficácia de uma senha, também é essencial implementar uma autenticação de dois fatores. Isso ocorre porque novas ameaças estão surgindo constantemente, portanto, garantir que o usuário esteja completamente protegido, ser informado sempre que um atacante ou pessoa não autorizada quiser acessar sua conta, só melhorará sua segurança.

Compartilhar:

Parabéns, você já está cadastrado para receber diariamente a Newsletter do CISO Advisor

Por favor, verifique a sua caixa de e-mail: haverá uma mensagem do nosso sistema dando as instruções para a validação de seu cadastro. Siga as instruções contidas na mensagem e boa leitura. Se você não receber a mensagem entre em contato conosco pelo “Fale Conosco” no final da homepage.

ATENÇÃO: INCLUA newsletter@cisoadvisor.com.br NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)