businessman-3446136_640.jpg

China acusa NSA de atacar academia aeroespacial

Da Redação
05/09/2022

O jornal Global Times, o maior da China em língua inglesa, pubicou uma reportagem na edição de hoje informando que o sistema de e-mail da Universidade Politécnica do Nordeste, na província de Shaanxi – conhecida por suas pesquisas em de aviação, espaço e navegação – foi atacado pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA). Em 22 de junho, a universidade havia anunciado que hackers do exterior estavam enviando para professores e alunos da universidade e-mails de phishing com trojans, tentando roubar seus dados e informações pessoais.

Agora, segundo o jornal, especialistas do Centro Nacional de Resposta a Emergências de Vírus de Computador da China e da empresa de segurança Internet 360 determinaram que o ataque foi realizado pela equipe Tailored Access Operations (TAO, Código S32), do birô de Reconhecimento de Dados (Código S3) do Departamento de Informação (Código S) da NSA.

Veja isso
MI5 e FBI explicam por que hackers espionam para a China
NSA e CISA recomendam hardening de VPNs

A equipe técnica, diz o jornal, descobriu mais de 1.100 links de ataque infiltrados dentro da universidade e mais de 90 sequências de instruções operacionais, que roubaram vários arquivos de configuração de dispositivos de rede, logs e senhas.

O Global Times também informou que o TAO usou 54 jumpers e servidores proxy no ataque de rede contra a universidade, foram distribuídos em 17 países como Japão, Coréia do Sul, Suécia, Polônia e Ucrânia, 70% dos quais estão nos países ao redor da China, como Japão e Coréia do Sul.

Compartilhar: