Chase1.jpg

Chase admite ter vazado dados de clientes para outros clientes

Em comunicado sobre o incidente enviado aos clientes, o banco alegou um “problema técnico” pelo vazamento
Da Redação
18/08/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O Chase admitiu a existência de um bug técnico em seu site e aplicativo de banco online que permitiu o vazamento acidental, segundo o banco, de informações bancárias de clientes para outros clientes. Entre os dados expostos estavam extratos, lista de transações, nomes de clientes e números de contas.

O JP Morgan Chase Bank, com sede em Nova York, é um gigante dos serviços financeiros com receita anual de US$ 120 bilhões e mais de 250 mil funcionários em todo o mundo.

Acredita-se que o problema tenha durado entre 24 de maio e 14 de julho deste ano, e afetou os clientes de serviços bancários online e do aplicativo Chase Mobile que compartilharam informações semelhantes.

Em uma cópia do comunicado do incidente, ao qual o site BleepingComputer teve acesso, o Chase alegou um “problema técnico” pelo vazamento. “Soubemos de um problema técnico aqui que pode ter permitido por engano outro cliente com informações pessoais semelhantes ver suas informações de conta em chase.com ou no aplicativo Chase Mobile, ou receber seus extratos de conta”, afirma a nota.

Não está claro como ou em que circunstâncias um cliente conseguiu ver as informações privadas de outro cliente.

Veja isso
Vazamentos de dados neste ano devem superar 2020, diz estudo
Hackers usam Telegram para compartilhar vazamentos

O comunicado também é vago sobre se o problema afetou um grupo específico: titulares de cartão de crédito, clientes de serviços bancários pessoais ou empresariais ou todos.

O Chase diz não ter encontrado evidências até o momento de que as informações foram mal utilizadas.

Monitoramento de crédito gratuito

Como prática padrão da indústria do setor, o Chase Bank está notificando os clientes afetados e fornecendo-lhes serviços gratuitos de monitoramento de crédito. “Lamentamos por ter decepcionado você e gostaríamos de lhe oferecer um ano de monitoramento de crédito gratuito por meio da IdentityWorks da Experian”, afirma o Chase.

Os clientes afetados receberão um código de ativação exclusivo na carta de notificação do incidente que eles poderão usar para se inscrever no serviço.

Esta não é a primeira vez que o Chase tem um vazamento de dados. Em 2014, o banco foi atingido por uma violação massiva de dados que se acredita ter comprometido informações de mais de 83 milhões de contas, levantando preocupações sobre ataque de phishing.

Embora não haja nenhuma indicação de uso indevido de dados associado a este novo incidente até agora, os clientes devem permanecer vigilantes e atentos a quaisquer e-mails de phishing “Chase” que possam receber num futuro próximo.O banco não informou quantos clientes foram afetados por esse problema e qual foi a causa.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest