cryptocurrency-3085139_640.jpg

CEO da Binance deixa cargo após acusações de lavagem de dinheiro

Changpeng Zhao, fundador e presidente-executivo da corretora de criptomoedas, chegou a um acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para deixar o cargo de CEO e se declarar culpado de acusações de lavagem de dinheiro
Da Redação
23/11/2023

O bilionário Changpeng Zhao, fundador e presidente-executivo da Binance, chegou a um acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para deixar o cargo de CEO da corretora de criptomoedas, considerada a maior do mundo em termos de volume diário de negociação. A informação sobre o acordo foi divulgada pelo The Wall Street Journal.

O executivo também concordou em se declarar culpado de acusações de lavagem de dinheiro que surgiram após uma investigação das autoridades do país. Em um post no X (ex-Twitter) feito após a renúncia e comparecer a um tribunal nos EUA, o CEO disse: “Errei e tenho de assumir a responsabilidade. Isso é melhor para nossa comunidade, para a Binance e para mim”.

A Binance concordou em pagar US$ 4,3 bilhões em multas e confiscos exigidos pelo Departamento de Justiça dos EUA, em um acordo para encerrar uma série de investigações abertas contra a empresa. 

No momento, a Binance está sendo investigada pelas autoridades norte-americanas por crimes envolvendo lavagem de dinheiro, fraude bancária e violações de leis de sanção aplicadas pelos Estados Unidos contra entidades e países.  

Veja isso
Golpistas atraem vítimas com holograma de CCO da Binance
Binance Smart Chain pausada após perda de US$ 570 milhões

“A Binance permitiu quase US$ 900 milhões em transações entre usuários americanos e iranianos e facilitou milhões de dólares em transações entre usuários e usuários dos EUA na Síria e nas regiões ucranianas ocupadas russas da Crimeia, Donetsk e Luhansk”, disse um porta-voz ouvido pelo jornal americano.

A empresa também foi acusada de uma “teia de engano” pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA. A agência disse que a plataforma de negociação e Zhao ignoraram as regras destinadas a proteger os investidores, a fim de continuar operando nos EUA.

A Binance, que está registrada nas Ilhas Cayman, é conhecida como a maior plataforma do mundo para compra e venda de criptomoedas e outros ativos digitais. Zhao era uma das figuras mais influentes do mercado de criptomoedas.

Compartilhar:

Últimas Notícias