Mexican mask Photo by fer gomez on Unsplash

Cartéis mexicanos entram em operação na dark web

Da Redação
11/08/2022

Analistas da empresa DarkOwl, especializada em buscas na dark web, descobriram vários marketplaces habilitados para custódia na dark web que afirmam ser afiliados ao Cartel de Sinaloa. Um deles, chamado exatamente de “Cartel de Sinaloa” está diretamente associado a esse cartel e ao de Los Chapitos. O site usa o mesmo logotipo (caveira vermelha e preta com a frase “Cartel de Sinaloa”) de uma página de grupo do Facebook que tem o mesmo nome. Outro mercado que se autodenomina “The Sinaloa Cartel Marketplace” concentra-se em oferecer serviços de aluguel de assassinos. Ambos os serviços exigem autenticação para acesso do usuário, o que força os visitantes a criar um nome de usuário e senha para visualizar o mercado além da tela de login e adiciona proteção contra bots e rastreadores.

Veja isso
Ransomware Prometheus ataca México; Brasil também é afetado
Hacker alega venda de 100 mil registros do Santander México

Sejam meras fraudes ou operações policiais muito bem elaboradas, os especialistas da DarkOwl prevêem uma continuação da abertura de mercados afiliados a cartéis e lojas de fornecedores – e uma tendência em toda a darknet de fornecedores fazendo transações com seus compradores e distribuidores da rede de drogas por meio de comunicação individual e/ou plataformas de bate-papo de comunicação criptografada para maior segurança e privacidade.

Ao examinar mais de perto essas supostas operações da darknet vinculadas a cartéis, os analistas descobriram que existem serviços Tor para vários outros cartéis criminosos, além do Cartel de Sinaloa, incluindo: Los Urabenos da Colômbia, Cártel de Jalisco Nueva Generación, Cartel Darknet Shop, Gulf Cartel Texas e um mercado de cartel não especificado simplesmente intitulado “cartel de drogas DW ”. Também foram encontrados vários serviços de fornecedores de drogas da darknet, como o Ausline, que anunciam possíveis associações com cartéis de destaque.

Compartilhar: