Caixa bloqueia contas da poupança social por suspeita de hacking

Banco diz que monitora continuamente as contas e os acessos e, em caso de suspeita, realiza o bloqueio preventivo
Da Redação
21/07/2020

Contas da poupança social da Caixa, usadas para pagamento do auxílio emergencial, foram bloqueadas por suspeita de fraudes. Os usuários do aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar a conta, devem se apresentar em uma agência bancária, com documento de identidade para regularizar o cadastro.

Segundo o banco, as contas foram acessadas por hackers que se aproveitaram de uma brecha de segurança, o que também causou a suspensão do auxílio de pessoas que não tinham nada a ver com o problema.

“A Caixa esclarece que o aplicativo Caixa Tem possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro. O baixo percentual de fraudes observado deve-se à engenharia social, em que são utilizadas informações, documentos e acessos dos próprios clientes. Assim, recomenda-se utilizar apenas os aplicativos oficiais da Caixa e jamais compartilhar informações pessoais”, diz o banco em nota. A Caixa não informou quantas contas foram bloqueadas.

Veja isso
Empresa de previdência do BB expôs dados de 153 mil clientes
BB, Itaú, Caixa e Bradesco na mira do Bankbot

Segundo a Caixa, a área de segurança do banco monitora continuamente as contas e os acessos e, em caso de suspeita, realiza o bloqueio preventivo.

“O banco esclarece que informações sobre eventos criminosos são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ressalta que presta irrestrita colaboração nas investigações”, concluiu. As informações são da Agência Brasil.

Compartilhar:

Últimas Notícias