Boeing abre cibercentro em Cingapura

Paulo Brito
22/09/2014

Boeing abre ciber centro em CingapuraA Boeing Defense, Space & Security anunciou nesta segunda-feira que vai abrir um centro para análise de cibersegurança e ciberdefesa em Cingapura, para levar recursos e serviços de segurança cibernética avançados para clientes na região da Ásia-Pacífico.
Sendo o seu primeiro centro para análise de cibersegurança e ciberdefesa fora dos Estados Unidos, a unidade vai ajudar a treinar e equipar os profissionais de segurança cibernética, realizar análises avançadas e servir como centro de excelência em segurança cibernética regional para a Boeing, segundo a empresa.
“Estamos levando nossa parceria em Cingapura para um novo nível com este centro, destinado a fomentar a ciber-segurança na no país e na região”, disse Skip Boyce, presidente da Boeing no Sudeste Asiático. “A Boeing já tem forte presença comercial aqui, participando do mercado com avião comercial e contratos de defesa, e trabalhos de manutenção de aeronaves e de pesquisa e tecnologia. Nós estabelecemos este centro para enfrentar os desafios de segurança cibernética atuais e em evolução na região da Ásia-Pacífico”, disse Per Beith, diretor de Soluções de Segurança da Informação da Boeing. “Os riscos para a infra-estrutura crítica e governos em todo o mundo continuam a crescer, e este centro demonstra o compromisso de Cingapura e da Boeing em abordar as ameaças cibernéticas”. A  Boeing Defesa, Espaço & Segurança é uma empresa que fatura anualmente US$ 33 bilhões dólares e tem 56.000 funcionários em todo o mundo.

Compartilhar:

Últimas Notícias