anonymous

Anonymous publica números de cartões; diz que são de Michelle Bolsonaro

Publicação no Twitter com o perfil Anonymous Brazil inclui dados pessoais que parecem obtidos em instituição de crédito
Da Redação
26/08/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O perfil Anonymous Brazil do Twitter (@Brzanonymoous) publicou às 8h de hoje um conjunto de dados que diz pertencer a Michelle Bolsonaro, a esposa do presidente da república. Ilustrado com uma foto em preto e branco com a palavra ‘EXPOSED’ estampada com maiúsculas em amarelo, o post contém informações como números de telefone, endereços residenciais e dados de pelo menos 13 cartões de crédito como pertencentes a ela.

Parte dos dados parece ter sido obtida de uma instituição de crédito, já que foram publicadas partes de uma tela de computador onde se pode ver o campo “score”, como existe nas telas de processamento das instituições de crédito. Transmitida de um aplicativo Twitter for iPhone, a publicação contém ainda dados de familiares e divulga uma renda mensal presumida de R$ 4.272,78.

Veja isso
Anonymous em guerra contra o governo do Brasil
Anonymous desfigura página da FIFA

O perfil do Twitter publicou um total de 13 números de cartões de crédito, incluindo as datas de vencimento e os códigos de segurança. Esses dados provavelmente não vieram da instituição de ranking de crédito. O conjunto é formado por 13 números válidos, mas somente dois são brasileiros, sendo um emitido pelo Itaú Unibanco e outro pelo banco HSBC Brasil.

Os 11 restantes são todos da bandeira VISA, em cinco dos quais não é possível identificar o banco emissor. Pode-se identificar apenas o país: quatro números gerados nos EUA e um na Itália.

Nos outros seis números, as instituições emissoras são identificáveis: são dois números do Bank of America, um do Wells Fargo, um do St. Mary’s Credit Union, um da Coréia do Sul (BC Card) e um número da Galileo Processing, que é uma empresa fornecedora de cartões para bancos nos EUA.

Essas características deixam dúvidas de que o conjunto todo pertença a um brasileiro. É possível que os números pertençam a diferentes pessoas. Um perfil no Twitter apontou que o conjunto parece ter sido obtido de um vazamento de dados. Houve publicações informando que o perfil Anonymous Brazil havia sido banido mas o CISO Advisor não confirma a informação, já que continua sendo possível visualizar tanto o perfil quanto os tweets mesmo nove horas após a publicação.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório