Americanas, Submarino e Shoptime continuam fora do ar

As plataformas dos três sites de comércio eletrônico estão suspensas desde domingo, 20. Companhia alega “acesso não autorizado” a servidores
Da Redação
23/02/2022

Os sites das plataformas de comércio eletrônico Americanas, Submarino e Shoptime continuam fora do ar após, ao que tudo indica, terem sido alvo de um ataque hacker no último domingo, 20. Os três sites pertencem ao grupo Americanas e foram suspensos na madrugada do domingo, após a companhia detectar “acesso não autorizado” aos seus servidores, segundo comunicado divulgado.

A reportagem de CISO Advisor tentou acessar os sites durante a manhã desta quarta-feira, 23, mas eles exibiam um comunicado sobre a indisponibilidade dos sites, frisando que as lojas físicas continuavam funcionando. Os aplicativos das plataformas permitem o acesso, mas há dificuldades para pesquisar produtos e dar continuidade a compras. 

Veja isso
Novo ataque tira do ar Americanas e Submarino
Grupo Lapsus anuncia ataque a Submarino e Americanas

Em comunicado ao mercado, a Americanas diz que a suspensão dos servidores de seu ambiente de e-commerce acontece “por questões de segurança” e que não há previsão para que os sites voltem a funcionar.

O problema com os sites de e-commerce fez as ações das Americanas caírem 6,61% na Bovespa no pregão da última segunda-feira, 21.

A empresa enviou nesta manhã um comunicado à imprensa, que publicacamos a seguir:

COMUNICADO À IMPRENSA

“A Americanas informa que está restabelecendo gradualmente e com segurança seus ambientes de e-commerce desde quarta–feira (23/02), suspensos em razão de incidente de segurança do qual foi vítima entre os dias 19 e 20 de fevereiro. Não há evidência de comprometimento das bases de dados.

As equipes continuam mobilizadas, com todos os protocolos de segurança, e atuarão para a retomada integral no mais curto espaço de tempo.

A Companhia reforça que a segurança das informações é sua prioridade e que continuará mantendo o mercado, clientes e parceiros atualizados.”

Compartilhar:

Últimas Notícias