Air France-KLM consegue barrar ataque coordenado às suas redes

O primeiro ataque foi nos Países Baixos. Assim que essas redes foram protegidas, os ataques se voltaram para a sede da França
Da Redação
11/12/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Hackers tentaram invadir os sistemas de computador da Air France-KLM, informou ontem o portal holandês NOS. A notícia foi feita com base em informações passadas por fontes internas da empresa. No entanto, o real impacto do ataque ainda não é totalmente conhecido porque o trabalho da perícia ainda está em andamento.

De acordo com essas fontes, os funcionários receberam do departamento de TI a determinação de a criar novas senhas para suas credenciais, de modo que os atacantes não possam mais utilizá-las para login. A KLM não quis responder às perguntas dos jornalistas.

Veja isso
380 mil cartões roubados de servidor da British Airlines
Invasão pega 9,4 milhões de registros de aérea

Aparentemente as sedes dos Países Baixos e da França da companhia aérea foram visadas segundo as fontes, sendo que o primeiro ataque foi nos Países Baixos. Assim que essas redes foram protegidas, os ataques se voltaram para a sede da França. Esse fato pode indicar que os hackers estavam procurando informações para realizar um ataque mais amplo e mais profundo. Não há informações de que dados de clientes tenham sido exfiltrados.

De todo modo, os ataques foram contidos segundo as informações, e os sistemas já estariam novamente estáveis. O ataque parece ter como objetivo reunir inteligência para um possível ataque posterior. Nenhum dado do cliente teria sido roubado.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)