Agências francesas são atingidas por ciberataques sem precedentes

Da Redação
14/03/2024

Várias agências governamentais francesas foram atingidas por ataques cibernéticos “intensos”, segundo admitiu o gabinete do primeiro-ministro Gabriel Attal, na segunda-feira, 11. O gabinete não revelou, no entanto, a natureza dos ataques, que começaram na noite de domingo, embora a descrição seja consistente com ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS). O governo disse apenas que o ataque foi “conduzido utilizando meios técnicos familiares, mas de intensidade sem precedentes”.

Os ataques DDoS não são capazes de roubar informações, embora possam impedir que as pessoas acessem um recurso da rede porque inundam os servidores com solicitações indesejadas. Apesar de serem comumente atribuídos a grupos patrocinados por governos, a natureza simplista desses ataques significa que não têm capacidade disruptiva duradoura ou que sejam capazes de penetrar nas redes dos alvos.

Veja isso
Agência francesa de desemprego é nova vítima de hack ao MOVEit
Hospital na França suspende cirurgias após ataque

Nos últimos anos, tais ataques foram lançados por grupos que manifestaram apoio à Rússia na invasão da Ucrânia. Os pesquisadores acreditam que alguns desses grupos podem ter patrocínio externo. O governo francês não atribuiu o incidente a nenhum grupo.

Os ataques tiveram como alvo vários serviços ministeriais, de acordo com um comunicado do gabinete do primeiro-ministro. Não está claro se eles se limitaram apenas aos sites públicos utilizados pelo governo francês. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar: