business-3159208_1280.jpg

Agências dos EUA alertam bancos sobre os riscos das criptomoedas

Da Redação
05/01/2023

As agências reguladoras do setor financeiro dos EUA alertaram os bancos sobre os riscos de segurança apresentados pelo mercado de criptomoedas. Em uma declaração conjunta emitida na terça-feira, 3, o Conselho de Governadores do Federal Reserve, o Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) e o Office of the Comptroller of the Currency (OCC) alertaram as instituições bancárias sobre os “principais riscos associados aos criptoativos e participantes do setor de criptoativos.”

Isso inclui várias ameaças de segurança predominantes no mercado de criptomoedas, tais como risco de fraude e golpes entre participantes do setor de criptoativos; falta de maturidade e robustez nas práticas de gestão de risco e governança no setor; e vulnerabilidades relacionadas a ataques cibernéticos, interrupções, ativos perdidos ou presos e financiamento ilícito devido a abertura. 

A declaração também destacou uma série de preocupações financeiras com o mercado cripto, como sua volatilidade, risco de contágio e a suscetibilidade das stablecoins a correr riscos. Embora as agências enfatizem que os bancos não são desencorajados a fornecer serviços de criptoativos aos clientes, eles disseram que é vital que os riscos relacionados a esse setor “que não podem ser mitigados ou controlados não migrem para os sistemas bancários”. Portanto, eles continuam avaliando se ou como as atividades atuais e propostas relacionadas a criptoativos pelos bancos podem ser conduzidas com segurança e solidez.

Veja isso
Binance Smart Chain pausada após perda de US$ 570 milhões
Golpistas atraem vítimas com holograma de CCO da Binance

As agências também instaram as instituições bancárias a desenvolver estratégias apropriadas de gerenciamento de risco para ativos criptográficos, “incluindo supervisão do conselho, políticas, procedimentos, avaliações de risco, controles, portões e grades de proteção e monitoramento, para identificar e gerenciar riscos com eficácia”.

Houve um aumento de ataques cibernéticos e golpes relacionados a criptomoedas à medida que as moedas digitais se tornaram mais populares. Em julho de 2022, o Santander alertou sobre um aumento de 87% nos golpes de criptomoedas de celebridades em comparação com o ano anterior.Em um incidente de criptomoeda particularmente significativo, os cibercriminosos roubaram cerca de dois milhões de moedas da exchange de cripto Binance, em outubro de 2022, no valor de mais de US$ 570 milhões.

Compartilhar: