security-2972105_1280-1.jpg

Acer invadida pela segunda vez em uma semana

Da Redação
20/10/2021

Um grupo de supostos “hackers” que se autodenomina “Desorden” informou ao portal americano Bleeping Computer ter invadido as redes da Acer em Taiwan – onde fica a sede da empresa. É a segunda invasão em menos de uma semana; o grupo comprovou o acesso com a exibição de algumas informações pessoais de funcionários.

Na semana passada, o “Desorden” já havia informado ao portal sobre a invasão de servidores das redes da Acer na Índia, roubando dados inclusive de usuários. A empresa confirmou a invasão, mas informou ao mercado que o incidente foi “um ataque isolado” que afetou apenas seus sistemas de suporte ao cliente.

Veja isso
Acer confirma segundo ataque cibernético neste ano
Hackers levam US$ 97 mi de bolsa de criptomoeda japonesa

A segunda invasão ocorre menos de uma semana depois: o Desorden entrou em contato com o BleepingComputer novamente e informou que os servidores Acer foram “hackeados”. A comunicação ao portal ocorreu no dia 15 de outubro, com acesso a informações de funcionários e produtos. Como prova, os membros do grupo forneceram capturas de tela dos portais internos da Acer Taiwan e arquivos CSV com credenciais de funcionários.

Os membros do grupo disseram ter atacado a Acer pela segunda vez para provar que a empresa ainda estava vulnerável. “Não pedimos um pagamento separado no hack de Taiwan. Nosso objetivo era provar que a Acer estava desrespeitando a segurança cibernética”, disseram os invasores.

A Acer Taiwan fechou seus servidores vulneráveis ​​logo após o grupo ter informado sobre a violação. No entanto, o grupo diz que os servidores da empresa na Malásia e na Indonésia ainda são vulneráveis.

A Acer confirmou o ataque aos repórteres do BleepingComputer e disse que no caso de Taiwan foram atingidos apenas os dados dos funcionários.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar: